Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Memória: Pinga, o jogador que mais vestiu a camisa do Figueirense

Seção Memória relembra na postagem de hoje, o ex-lateral direito Pinga. Considerado um dos melhores da sua posição na história do centenário do Figueirense

Filho de um funcionário do Figueirense, seu Raul que cuidava do gramado do estádio Orlando Scarpelli, e criado no Bairro da Coloninha, Airton Raul de Andrade, conhecido como Pinga, foi um dos maiores laterais direitos do futebol catarinense. Em 1975, em uma entrevista concedida para a revista Placar, Pinga tinha um sonho: jogar num time grande, “de preferência o Vasco da Gama”  clube que torcida no Rio de Janeiro. Mas, acabou sendo jogador de uma só camisa, o seu Figueirense. É o recordista de jogos pelo alvinegro: em 11 anos, realizou 483 jogos. Pinga faleceu no dia 2 de junho de 2007, aos 54 anos. – Foto: Acervo revista Placar/NDFilho de um funcionário do Figueirense, seu Raul que cuidava do gramado do estádio Orlando Scarpelli, e criado no Bairro da Coloninha, Airton Raul de Andrade, conhecido como Pinga, foi um dos maiores laterais direitos do futebol catarinense. Em 1975, em uma entrevista concedida para a revista Placar, Pinga tinha um sonho: jogar num time grande, “de preferência o Vasco da Gama”  clube que torcida no Rio de Janeiro. Mas, acabou sendo jogador de uma só camisa, o seu Figueirense. É o recordista de jogos pelo alvinegro: em 11 anos, realizou 483 jogos. Pinga faleceu no dia 2 de junho de 2007, aos 54 anos. – Foto: Acervo revista Placar/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.