Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


No Figueirense, as decepções vão se acumulando. Hora de se reinventar.

Exatamente no ano do centenário, as decepções vão se acumulando no Figueirense. Rebaixamento para "terceirona" do Brasileiro, eliminação na Copa do Brasil na primeira fase e fora do estadual 2021.

A lista de decepções do torcedor do Figueirense aumentou na noite da última quarta com a eliminação do campeonato estadual 2021, justamente no ano do centenário do clube. É mais uma decepção dos acontecimentos recentes no estádio Orlando Scarpelli. Só neste ano, o alvinegro acumula com o treinador Jorginho e com a atual diretoria, um rebaixamento para a Série C do brasileiro, uma eliminação na primeira fase da Copa do Brasil e num estadual com doze times em que oito se classificam, o time do Figueirense conseguiu a proeza de ficar fora. De ser mais uma vez eliminado.

Figueirense precisa se reerguer, se reinventar.  – Foto: Patrick Floriani/FFC/NDFigueirense precisa se reerguer, se reinventar.  – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND

Além dos prejuízos financeiros, o prejuízo moral de um grupo de atletas abatidos, de torcedores cabisbaixos e desanimados. Até voltar a entrar nos gramados em jogos oficiais pela Série C, serão 40 dias. Tempo de preparação é o que não falta. Mas como dar o voto de confiança de uma retomada com os acontecimentos recentes? O Figueirense precisa se reerguer, isso é fato. Mas, antes disso, é preciso se reinventar.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.