Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


No Figueirense, atletas não dão entrevistas em protesto. Mas quem perde é o próprio clube

Os maiores prejudicados por essa decisão, nada tem a ver com as invasões do Scarpelli. E no fim, quem perde é próprio Figueirense.

Há outras formas de protestar no futebol. – Foto: Reprodução/ND

A decisão dos jogadores do Figueirense de não conceder entrevistas em protesto pela invasão de alguns torcedores no treino do Scarpelli prejudica a grande maioria da torcida do clube que não tem nada a ver com a confusão e que condenou o ato).  E prejudica também os próprios patrocinadores do Figueirense que estampam as marcas das suas empresas nas camisas do clube. Que a invasão foi condenável, isso não se discute. Mas a decisão acaba prejudicando os bons, os corretos e as empresas que investem no time do estádio Orlando Scarpelli.