Fábio Machado

fabio.machado@ndmais.com.br Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


No Figueirense, o treinador Jorginho vai esgotando as desculpas pelas derrotas da equipe

A cada derrota do Figueirense, o treinador Jorginho vai usando a sua criatividade para arrumar desculpas pelos resultados ruins. O problema, é que nem o próprio treinador acredita nessas desculpas.

Jorginho. A cada derrota, criatividade nas desculpas.  – Foto: Reprodução/YouTubeJorginho. A cada derrota, criatividade nas desculpas.  – Foto: Reprodução/YouTube

PROCURANDO UM CULPADO PELA DERROTA

Além de todos os problemas que o treinador Jorginho tem para comandar a equipe do Figueirense, o técnico Alvinegro está esgotando nas entrevistas coletivas as desculpas pelas derrotas e pelos fracassos da equipe. Diante do Hercílio Luz, no último sábado pela Copa Santa Catarina, a culpa, acreditem, recaiu para o estado do gramado do estádio Aníbal Torres Costa, como se as condições não fossem iguais para as duas equipes. “No segundo tempo tentamos ser mais rápidos, mas temos um problema, nossos jogadores são leves. Quando mais pesado o campo, traciona um pouco mais”. E finalizou que “que o jogo estava encaminhando para o zero a zero e no fim entregamos o jogo”. E por fim, talvez por não ter convencido nem a si próprio dessa desculpa esfarrapada, Jorginho reconheceu que não adianta “procurar culpados”. Resumo. Após várias eliminações e decepções seguidas no comando do Figueirense, cada entrevista do treinador pós-jogo é um esforço para tentar justifica o injustificável. E o futebol que é bom, nada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...