Figueirense confirma cláusula que libera Éverton Santos em caso de proposta do exterior

No entanto, diretoria quer manter o jogador mesmo se houver interesse de clubes estrangeiros

O superintendente de futebol do Figueirense, Rodrigo Pastana, esclareceu as dúvidas que pairavam sobre o contrato do clube com o atacante Éverton Santos desde as declarações do presidente da Ponte Preta, dona de 60% do passe do atleta. Márcio Della Volpe, dirigente da Macaca, revelou uma cláusula do acordo entre o atleta e o Furacão: se Éverton receber uma proposta do exterior até dia 31 deste mês, poderá ser vendido, mesmo que já esteja jogando em Florianópolis.

:: Figueirense vai retomar projeto da Arena Scarpelli após a Copa, diz Polidoro Júnior

:: Leandro Silva espera acabar com “maldição” da lateral direita no Figueirense

Luiz Henrique/Figueirense

Pastana disse desconhecer qualquer proposta concreta da Coreia do Sul

“A cláusula que o Éverton tem no seu contrato era um termo de confidencialidade, mas o presidente da Ponte Preta resolveu abrir. Ela existe, mas é válida até 31 de janeiro. Mas mesmo com uma proposta do exterior, já temos conversado com o atleta e é da vontade dele seguir no Figueirense”, disse Pastana.

Ainda segundo o dirigente, não existe nenhuma proposta concreta para tirar o jogador do Orlando Scarpelli: “Está tudo muito bem escrito no contrato e a vontade do Éverton é de permanecer no Figueirense. Há uma cláusula no contrato, mas não houve nenhuma proposta”, disse.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...