Nestor Lodetti avalia início de ano do Figueirense e revela prejuízo de R$ 3 milhões

Presidente conta com Campeonato Brasileiro para "sair do vermelho"

Rosane Lima/ND

Lodetti participou do jornal Meio-Dia, da RICTV, nesta terça-feira

Quanto custa ser campeão dos dois turnos do Campeonato Catarinense? Segundo o presidente do Figueirense, Nestor Lodetti, o valor ultrapassa os R$ 3 milhões. “No Estadual do ano passado tivemos prejuízo de R$ 2,1 milhões e este ano, não temos números finais, mas já estamos com um déficit de mais de R$ 3 milhões”, afirmou durante participação no Jornal Meio-Dia, da RICTV, nesta terça-feira.

Mesmo com um buraco significativo nas contas, Lodetti garantiu que tudo está dentro do planejamento e acredita “sair do vermelho” com o início da Série A do Campeonato Brasileiro, no dia 19 de maio. “Temos um fluxo de caixa que contempla as despesas atuais e este déficit também, pois já estava previsto que o Catarinense seria deficitário. Agora, precisamos gerar mais capacidade de investimentos, no futebol e na estrutura”, disse.

Em relação ao futebol, o trabalho desempenhado por Branco e seus jogadores tem deixado o presidente satisfeito. “Os resultados estão aí e são inegáveis. O melhor futebol apresentado até agora é o do Figueirense, ninguém tenha dúvida disto”, exaltou. Domingo, às 16h, a equipe joga a primeira partida da semifinal contra o JEC, na Arena Joinville.

Confiante na vitória, Lodetti descarta mexidas drásticas no elenco em caso de desclassificação no Estadual.
“Absolutamente, não. Nós estamos satisfeitos com o plantel, com os resultados. É claro que alguns ajustes vamos fazer, até porque o nível de exigência do Brasileiro é diferente do Catarinense”, afirmou.

Quanto à estrutura, o maior investimento futuro será na nova arena do clube, que ainda caminha no estágio de negociações. “Será um investimento na ordem dos R$ 300 milhões e estamos nos ajustes com os parceiros. Imaginamos que até o final do ano tenhamos tudo definido e depois é começar a execução do estádio alternativo para que o Figueirense tenha os seus jogos neste período”, concluiu. Lodetti não informou o local do estádio alternativo.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Figueirense