Rodrigo Pastana recusa Bahia e permanece no Figueirense

Diretor do futebol alvinegro chegou a ser dado como certo no Tricolor baiano, mas preferiu permanecer

Durante o mês de março, muitos boatos davam conta da saída do diretor de futebol do Figueirense, Rodrigo Pastana. Primeiro foi o Coritiba, depois o Bahia que tentou tirar o dirigente do alvinegro, mas Pastana preferiu permanecer, pelo menos, até o fim da temporada. A informação foi confirmada pelo presidente alvinegro Wilfredo Brillinger.

:: Figueirense perde por 3 a 1 na disputa direta com JEC por títulos estaduais

:: Classificação garante ao Figueirense cinco representantes na Seleção da Rodada

Luiz Henrique/Divulgação

Pastana (e) ao lado do presidente Wilfredo Brillinger na sua chegada ao clube

Veículos de notícia baianos chegaram a dar como certa a contratação de Pastana pelo Bahia. O contrato teria sido acordado e Pastana era esperado para esta quarta-feira (2), pois o Tricolor baiano já está há um mês com o cargo livre, mas o dirigente preferiu permanecer em Florianópolis. O motivo da negativa seria que Pastana está diretamente relacionado com o projeto realizado no Figueirense e que o dirigente não achava correto sair do clube na reta final de uma competição como o Campeonato Catarinense.

No embarque do time catarinense para o Acre, onde fará sua estreia na Copa do Brasil contra o Plácido de Castro nesta quarta, a imprensa esperava um pronunciamento oficial do própio Rodrigo Pastana sobre o assunto, mas o dirigente não viajou com o elenco. O anúncio oficial da permanência deve acontecer nos próximos dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...