Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Uma conversa franca com um conselheiro do Figueirense sobre a reunião no Scarpelli

Pedindo anonimato, conselheiro esclareceu muitas dúvidas sobre o contrato de parceria com o Figueirense

PARCERIAS, CONTRATOS, WILFREDO E DÚVIDAS “VAI DAR CERTO?”

Ontem conversei demoradamente com um membro do conselho deliberativo do Figueirense que pediu para não ser identificado. O assunto girou em torno da reunião de segunda que tratou sobre a parceria do clube “que será aprovada, pois não existe  alternativa para a atual situação do clube”.  Esse conselheiro – e amigo de longa data – esclareceu que as propostas foram apresentadas de forma transparente e clara, não deixando dúvidas sobre as ideias e intenções das partes envolvidas. Segundo o conselheiro, se  vai dar certo é outra história, mas as premissas apresentadas contém a “cláusula de performance” o que traz garantia para o clube em termos de trabalho e resultado – um diferencial que indica a “profissionalização total do clube”. Questionei se não seria uma “intervenção branca” no sentido de achar uma saída honrosa para o presidente Wilfredo Brillinger: a resposta foi afirmativa e me devolveu com as perguntas: “tem alguém para assumir o clube?”, “alguém para investir esse dinheiro?”.

 

ESTÁDIO

Nessa conversa com o conselheiro entrei no assunto “Arena Figueirense” que em momentos de crise é apresentado para o torcedor – o assunto até
virou piada e folclore ilhéu. A resposta foi taxativa: “ninguém tocou nesse assunto na reunião do conselho!”, mas afirmou que obviamente é assunto que pode futuramente entrar na pauta. Lembrando que o estádio Orlando Scarpelli será cedido em comodato para a parceira e seus investidores. Sobre o futebol atual, o meu interlocutor afirmou que mudanças precisam acontecer, pois caso contrário o caminho é o da série C o que seria uma “verdadeira tragédia”.

Reunião Conselho Deliberativo do Figueriense - Marco Santiago/ND
Reunião Conselho Deliberativo do Figueriense – Marco Santiago/ND