Guia do Catarinense: conheça os 12 clubes que lutam pelo título em SC

- +
Campeonato Catarinense começa nesta quarta-feira com três jogos; outros três acontecem na quinta, todos válidos pela primeira rodada da competição

A bola vai rolar no maior campeonato de futebol de Santa Catarina: começa, nesta quarta-feira (24), a 96ª edição do estadual que, em mais um novo formato a ser disputado, tenta entregar uma competição a altura da paixão envolvida em território local.

Anselmo Ramon, que segue na Chapecoense, foi um dos destaques da edição 2020 do estadual que teve a Chape campeã; Verdão do Oeste vai manter o título em casa? Foto Eduardo Valente/Ishoot/Estadão ConteúdoAnselmo Ramon, que segue na Chapecoense, foi um dos destaques da edição 2020 do estadual que teve a Chape campeã; Verdão do Oeste vai manter o título em casa? Foto Eduardo Valente/Ishoot/Estadão Conteúdo

Goste você ou não, caro torcedor (a), a verdade é que a bola vai rolar para mais uma versão do Campeonato Catarinense. Com 12 equipes, a fórmula desse ano propõe uma competição mais “sucinta” já que teremos apenas um turno na primeira fase.

A ideia, a partir de três acessos e um rebaixamento na temporada passada, é fazer a competição com o duelo entre todos os envolvidos sendo que oito classificam para duelar, em ida e volta, as quartas de final.

Semi e final, respectivamente, fecham o bloco de cima da tabela até restar um campeão.

Na parte de baixo da tabela, os dois últimos colocados ao final da primeira fase, estarão automaticamente rebaixados à Série B.

Entre os destaques a Chapecoense, atual campeã do Estado – e da Série B nacional – é a grande favorita. Única representante de SC na elite do futebol nacional a Chape, apesar de um mercado pouco ativo até aqui – apenas renovou com algumas peças da última temporada – é o time a ser batido no Estado.

O Avaí, pela manutenção do elenco e da comissão técnica da temporada passada, corre por fora. Com nomes valiosos em seu elenco, o Leão da Ilha entra para tentar retomar a hegemonia do Estado.

Brusque, Criciúma, JEC e Figueirense, por serem as outras forças, aparecem em boas condições, sobretudo, de classificação.

A grande expectativa fica por conta do Próspera, do técnico Paulo Baier que é o mais “novato” entre os grandes.

Se Santa Catarina é nacionalmente conhecida pelo campeonato mais equilibrado entre seus clubes, quem, afinal, se prontifica a apostar em um campeão?

Primeira rodada

Quarta-feira (24)

  • 20h – Marcílio x Brusque, em Itajaí
  • 20h30 – Avaí x Juventus, em Florianópolis
  • 21h – Criciúma x Hercílio Luz, em Criciúma

Quinta-feira (25)

  • 16h – Próspera x JEC, em Criciúma
  • 16h – Metropolitano x Figueirense, em Florianópolis (mando do Metropolitano foi jogado para o estádio da Ressacada)
  • 17h – Concórdia x Chapecoense, em Concórdia

Equipes participantes

Os 12 clubes estão listados nesse guia e, para saber mais informações, é só clicar na imagem destacada de cada um dos componentes da 96ª edição do campeonato.

Façam suas apostas – e deixem seus clicks:

Avaí

Valdívia, destaque do Avaí na última temporada, foi mantido para a atual temporada; uma das estrelas do Avaí que entra como favorito ao título – Foto: Frederico Tadeu/Avaí FCValdívia, destaque do Avaí na última temporada, foi mantido para a atual temporada; uma das estrelas do Avaí que entra como favorito ao título – Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Brusque

Com Thiago Alagoano em boa fase, Brusque vai brigar pelo título do Catarinense; meia é o principal jogador do elenco e é a aposta para o atual vice-campeão repetir – com louvor – a campanha de 2020 – Foto: Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCCom Thiago Alagoano em boa fase, Brusque vai brigar pelo título do Catarinense; meia é o principal jogador do elenco e é a aposta para o atual vice-campeão repetir – com louvor – a campanha de 2020 – Foto: Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Chapecoense

Paulinho Mocellin, que foi destaque na Chapecoense campeã do Estado e da Série B, foi mantido para a atual temporada, apesar de estar fora do começo da competição devido a uma lesão – Foto: Márcio Cunha/ACF/Divulgação/NDPaulinho Mocellin, que foi destaque na Chapecoense campeã do Estado e da Série B, foi mantido para a atual temporada, apesar de estar fora do começo da competição devido a uma lesão – Foto: Márcio Cunha/ACF/Divulgação/ND

Concórdia

Emerson Cris, o pensador do Concórdia para a temporada 2021; técnico foi vice-campeão da Copa SC, ao ser derrotado pelo JEC nas cobranças de pênaltis; meta é se manter na elite do Estado, mais um ano. – Foto: Ricardo Artifon/CACEmerson Cris, o pensador do Concórdia para a temporada 2021; técnico foi vice-campeão da Copa SC, ao ser derrotado pelo JEC nas cobranças de pênaltis; meta é se manter na elite do Estado, mais um ano. – Foto: Ricardo Artifon/CAC

Criciúma

Zagueiro Alemão, um do reforços do Criciúma para a temporada, está confirmado no Tigre e deverá ser uma das lideranças de Hemerson Maria, dentro de campo – Foto: Divulgação/Criciúma/NDZagueiro Alemão, um do reforços do Criciúma para a temporada, está confirmado no Tigre e deverá ser uma das lideranças de Hemerson Maria, dentro de campo – Foto: Divulgação/Criciúma/ND

Figueirense

Atacante Everton Santos, que com Jorginho virou lateral-direito, teve seu contrato renovado e é um dos mais experientes do atual elenco recheado de jovens e apostas.  – Foto: Patrick Floriani/FFC/NDAtacante Everton Santos, que com Jorginho virou lateral-direito, teve seu contrato renovado e é um dos mais experientes do atual elenco recheado de jovens e apostas.  – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND

Hercílio Luz

Renato Henrique, do Hercílio Luz, é uma das apostas do time de Tubarão para beliscar uma vaga na Série D do campeonato brasileiro – Foto: Divulgação/Hercílio Luz/NDRenato Henrique, do Hercílio Luz, é uma das apostas do time de Tubarão para beliscar uma vaga na Série D do campeonato brasileiro – Foto: Divulgação/Hercílio Luz/ND

JEC

Depois de mais um empate e uma decisão nos pênaltis, JEC conquista a Recopa Catarinense; dois títulos em poucos dias no Norte do Estado, onde a confiança vai sendo retomada aos poucos – Foto: Vitor Forcellini/JECDepois de mais um empate e uma decisão nos pênaltis, JEC conquista a Recopa Catarinense; dois títulos em poucos dias no Norte do Estado, onde a confiança vai sendo retomada aos poucos – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Juventus

Juventus, que manda seus jogos no estádio João Marcatto, quer repetir a campanha do ano passado, quando chegou às semifinais do estadual – Foto: Juventus/mídiasocialJuventus, que manda seus jogos no estádio João Marcatto, quer repetir a campanha do ano passado, quando chegou às semifinais do estadual – Foto: Juventus/mídiasocial

Marcílio Dias

Marcílio Dias, que contará com o ex-zagueiro Rogélio em sua comissão técnica, chega para mais uma edição do catarinense com gosto de “quero mais”;  Marinheiro vem de boas campanhas nas duas últimas edições do Catarinense e, na temporada passada, ficou a uma vitória do acesso à Série C – Foto: Marcílio Dias/divulgaçãoMarcílio Dias, que contará com o ex-zagueiro Rogélio em sua comissão técnica, chega para mais uma edição do catarinense com gosto de “quero mais”;  Marinheiro vem de boas campanhas nas duas últimas edições do Catarinense e, na temporada passada, ficou a uma vitória do acesso à Série C – Foto: Marcílio Dias/divulgação

Metropolitano

Metropolitano, de boa campanha na Série B, chega “empolgado” pela presença do ex-Corinthians Dyego Coelho, sob a casamata da equipe – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/O CancheiroMetropolitano, de boa campanha na Série B, chega “empolgado” pela presença do ex-Corinthians Dyego Coelho, sob a casamata da equipe – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/O Cancheiro

Próspera

Próspera, do técnico Paulo Baier, quer surpreender na elite do futebol catarinense – Foto: Divulgação/Próspera/NDPróspera, do técnico Paulo Baier, quer surpreender na elite do futebol catarinense – Foto: Divulgação/Próspera/ND