Guia do Catarinense: Depois de bater na trave, Brusque mira o título

- +
Quadricolor ficou com o vice em 2020 e quer conquistar SC para coroar a boa fase após acesso à Série B do Brasileiro

Nome: Brusque Futebol Clube

Fundação: 12 de outubro de 1987 (33 anos)

Títulos: Campeonato Brasileiro – Série D (2019), Recopa Sul-Brasileira (2008), Campeonato Catarinense (1992), Campeonato Catarinense – Série B (3x), Copa Santa Catarina (5x)

Mascote: Marreco

Resumo: O Brusque vem de um 2020 de altos e baixos. A equipe do Vale foi vice-campeã estadual e conquistou o acesso à Série B, mas não sem passar por uma montanha russa. No entanto, conquistado o principal objetivo do ano passado, o Quadricolor quer voltar a levantar a taça do Catarinense, título que não comemora há 29 anos e para isso, a diretoria trouxe reforços, apostou em uma pré-temporada intensa e na manutenção de Jersinho Testoni à frente da equipe. Para a estreia, o time tem problemas, além de lesões, o Brusque terá desfalques por conta da Covid-19 – Alex Ruan, Vivico e Zé Mateus testaram positivo na segunda-feira (22) – e, ainda, com a documentação dos reforços, que ainda não foi regularizada.

Técnico: Jersinho Testoni, 40 anos

Melhor participação: campeão em 1992

Brusque quer bicampeonato que bateu na trave no ano passado – Foto: Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCBrusque quer bicampeonato que bateu na trave no ano passado – Foto: Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Elenco

  • Goleiros: Dalberson, Zé Carlos e Ruan Carneiro
  • Laterais: Alex Ruan, Toty, Vivico, Edilson e Airton
  • Zagueiros: Sandro Silva, Cleyton, Claudinho, Ianson e Everton Alemão
  • Volantes: Tinga, Nonato, Pepê, Zé Mateus e Rodolfo Potiguar
  • Meias: Thiago Alagoano
  • Atacantes: Pirambu, Andrew, Bruno Alves, Nuno Garcez, Fio e Edu
  • Técnico: Jersinho Testoni

Destaque: Thiago Alagoano chegou ao Brusque em abril de 2019 e de lá para cá vive grande fase e foi nome fundamental nas principais conquistas do time do Vale. Título da Série D, Copa Santa Catarina, Recopa e acesso à Série B se acumulam no currículo do experiente jogador que quer, agora, um Campeonato Catarinense.

Thiago Alagoano empilha títulos e conquistas com a camisa do Brusque – Foto: Lucas Gabriel Cardoso / Brusque FCThiago Alagoano empilha títulos e conquistas com a camisa do Brusque – Foto: Lucas Gabriel Cardoso / Brusque FC

Competitividade e título

O Brusque mudou bastante o elenco, trouxe 12 atletas para compor o time para a temporada e o objetivo é repetir o ano que o Quadricolor teve em 2020, com bons resultados apesar dos altos e baixos. Vice-campeão catarinense, o Brusque bateu na trave e o planejamento foi pensado para que a equipe continue competitiva e consiga superar os fortes adversários em um dos estaduais mais equilibrados do país.

“A sequência de jogos é muito forte, espero que tenhamos acertado no nosso planejamento como fizemos no ano passado para que nossa equipe seja muito competitiva na sequência da temporada”, diz Testoni.

Contratações para a temporada: Dalberson, Pirambu, Nonato, Bruno Alves, Tinga, Toty, Andrew, Bruno Mota, Pepê, Sandro, Alex Ruan e Vivico.

Estádio

Estádio Augusto Bauer, que pertence ao clube mais antigo de SC, Carlos Renaux, é a casa do Brusque – Foto: Reprodução/InstagramEstádio Augusto Bauer, que pertence ao clube mais antigo de SC, Carlos Renaux, é a casa do Brusque – Foto: Reprodução/Instagram
  • Nome: Estádio Augusto Bauer
  • Capacidade: 5 mil pessoas
  • Inauguração: 7 de junho de 1931

Uniforme

O Brusque apresentou, na noite de segunda-feira (22), os uniformes que serão utilizados na temporada.

Tabela de jogos

Quarta-feira (24), às 20h – Marcílio Dias x Brusque

Domingo (28), às 19h – Brusque x Metropolitano

Quarta-feira (3), às 19h – Concórdia x Brusque

Domingo (7), às 16h – Brusque x Avaí