Guia do Catarinense: Marcílio Dias aposta na raça para “alcançar os objetivos”

- +
Marinheiro passou por reformulação após a eliminação na Série D e mira em boa campanha no Estadual

Nome: Clube Náutico Marcílio Dias

Fundação: 17 de março de 1919 (101 anos)

Títulos: Recopa Sul-Brasileira (2007), Campeonato Catarinense (1963), Campeonato Catarinense – Série B (3x), Copa Santa Catarina (2007)

Mascote: Marinheiro

Resumo: Após a eliminação dolorida na Série D e na Copa Santa Catarina, o Marcílio Dias se reestruturou e voltou às atenções para o Campeonato Catarinense. Com grande reformulação, o elenco teve tempo para se preparar. O único jogo treino realizado pelo Marinheiro foi positivo, vitória sobre o Paraná Clube. A estreia acontece nesta quarta-feira (24), contra o Brusque, no Gigantão das Avenidas.

Técnico: Carlos Alberto “Teco”, 44 anos

Melhor participação: campeão em 1963

Elenco

  • Goleiros: Júnior Belliato, Victor Golas, Victor Hugo, Roberto Strey
  • Laterais: Weriton, Luiz Renan, Paulinho, Fernando
  • Zagueiros: Magrão, Wallace, Luan, Rafael Klein
  • Volantes: Daniel Pereira, Diego Silva, Xavier, Alessandro, Luiz Meneses
  • Meias: Adriano Paulista, João Henrique, Gustavo Henrique
  • Atacantes: David Batista, Nathan Cachorrão, Nathan Ferreira, Anderson Ligeiro, Medina, Batista, Zé Vitor, Juan Palacios, Guilherme
  • Técnico: Carlos Alberto “Teco”

Destaque: Nome forte e considerado um dos pilares da zaga e do time, o zagueiro Magrão chega como um dos principais destaques do Marcílio Dias para o Estadual. Além de força física, a inteligência, bom posicionamento e regularidade o colocam como destaque. Além dele, o goleiro Júnior Belliato dá ainda mais segurança ao setor defensivo do Marinheiro.

Magrão da consistência e segurança ao setor defensivo do Marinheiro – Foto: Marcílio Dias/DivulgaçãoMagrão da consistência e segurança ao setor defensivo do Marinheiro – Foto: Marcílio Dias/Divulgação

“Esperamos entregar aquilo que o torcedor espera”

O único título Estadual já ficou no passado e o Marcílio Dias quer fazer o torcedor relembrar a emoção de comemorar a conquista de Santa Catarina. Para isso, a equipe precisou reformular o elenco, mas manteve os pilares da equipe que disputou a temporada passada. Além disso, a efetivação de Carlos Alberto “Teco” mantém a identidade e a ligação entre comissão, jogadores e torcida.

Para o comandante, a confiança da diretoria é fundamental para que o Marinheiro consiga ter tranquilidade para disputar a competição.

“A nossa expectativa é muito boa, estamos trabalhando muito pra que possamos entregar o que a diretoria e torcida esperam. É um desafio muito grande, mas vemos o Marcílio com uma das grandes equipes do Estado. Vamos encontrar um campeonato dificílimo esse ano,mas com o peso da nossa camisa, com o jeito de jogar do Marcílio Dias, com raça, dedicação e muito trabalho esperamos entregar aquilo que o torcedor espera que são as vitórias e a conquista dos objetivos”, salientou.

Contratações para a temporada: Nathan Cachorrão, João Henrique, Gustavo Henrique, Victor Hugo

Estádio

Conhecido como Gigantão das Avenidas, estádio Dr. Hercílio Luz é a casa do Marinheiro – Foto: Marcílio Dias/DivulgaçãoConhecido como Gigantão das Avenidas, estádio Dr. Hercílio Luz é a casa do Marinheiro – Foto: Marcílio Dias/Divulgação
  • Nome: Estádio Doutor Hercílio Luz
  • Capacidade: 6.010 pessoas
  • Inauguração: 2 de outubro de 1921

Uniforme

Tabela de jogos

Quarta-feira (24), às 20h – Marcílio Dias x Brusque

Domingo (28), às 19h – JEC x Marcílio Dias

Quarta-feira (3), às 20h – Marcílio Dias x Próspera

Domingo (7), às 16h – Hercílio Luz x Marcílio Dias