JEC e Brusque empatam e vaga nas semifinais do Catarinense será decidida na quarta-feira

Com gol nos acréscimos, Brusque arranca o empate e vaga será decidida no Augusto Bauer, na quarta-feira (28)

Em jogo equilibrado e muito movimentado, JEC e Brusque empataram na tarde deste domingo (25), na Arena Joinville. No primeiro jogo das quartas de final, 2 a 2 no placar e tudo aberto na briga pela vaga nas semifinais do Campeonato Catarinense. Com gols de Thiago Santos e Alison Mira pelo Tricolor e de Thiago Alagoano e Bruno Mota para o Brusque, placar igual na primeira partida e a decisão fica para Brusque, onde os dois se enfrentam novamente. A equipe do Vale tem a vantagem do empate para garantir a vaga.

Thiago Santos abriu o placar logo aos três minutos de bola rolando – Foto: Vitor Forcellini/JECThiago Santos abriu o placar logo aos três minutos de bola rolando – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Com uma postura diferente, agressiva na marcação e no ataque, o JEC começou a partida fazendo valer o mando de campo. Apesar disso, mais uma vez quase sofreu um gol em falha na saída de Fabian Volpi, assim como no jogo da fase classificatória, mas Thiago Alagoano desperdiçou e bateu por cima.

Jogando para o ataque, não demorou para a chance aparecer e Thiago Santos, artilheiro, não desperdiçou. Em boa jogada de Diego pela direita, o camisa 10 encontrou o atacante entre a marcação do Brusque. Thiago Santos dominou e, de primeira, chapou na saída de Dalberson para abrir o placar na Arena Joinville e anotar seu quarto gol com a camisa tricolor.

Agressivo e avançando com muita velocidade e qualidade pela direita, o Tricolor criou boas oportunidades e, além disso, sem a bola, apertou a marcação já no campo de ataque, dificultando a saída de bola do time do Vale, que quando o JEC atacava, se colocava inteiro na defesa.

A primeira alteração forçada do JEC veio já no primeiro tempo. Lesionado, sentindo a posterior da coxa, Thiago Santos saiu para a entrada de Alison Mira.

Correndo para recuperar o empate inicial, o Brusque chegou ao gol aos 30 minutos após erro do JEC no ataque e na marcação. Com a posse da bola, o Tricolor alçou na área, perdeu e viu o Quadricolor avançar. Em lançamento nas costas de Renan Castro, Thiago Alagoano recebeu, carregou e, da direita bateu firme no canto esquerdo de Volpi, que chegou a tocar, mas só buscou a bola no fundo da rede.

Com o empate, os comandados de Jersinho Testoni cresceram na partida e criaram boa chance. Pela esquerda, o Brusque chegou na área, mas Naldo travou na hora do chute, na sobra, a bola até entrou, mas o assistente já apontava o impedimento.

Buscando o gol a todo momento, o JEC conseguiu ocupar os espaços de campo sem deixar de lado a aproximação, envolvendo o Brusque na criação. Aos 39 minutos, ótima jogada pela direita. Yann Rolim na linha lateral deixou dois marcadores para trás, entrou na área e recebeu toque de calcanhar de Naldo. O camisa 33 foi derrubado na área e Raphael Tracci apontou a marca do pênalti. Na cobrança, Alison Mira não deu chance para Dalberson. Bola na esquerda, Dalberson na direita e gol tricolor aos 41 minutos.

Gol nos acréscimos

Atrás no placar, Jersinho Testoni mudou para a segunda etapa e apostou na saída de um volante para a entrada de mais um atacante para aumentar a força no ataque quadricolor. Já o JEC precisou mudar. Sentindo desde o primeiro tempo, Charles deu lugar a Geovani na zaga.

Com a mudança e o reposicionamento em campo, o Brusque se lança mais ao ataque, mas o JEC marca muito pesado e impede a troca de passes com qualidade e velocidade.

JEC e Brusque fazem bom jogo e decisão fica para quarta-feira (28) – Foto: Vitor Forcellini/JECJEC e Brusque fazem bom jogo e decisão fica para quarta-feira (28) – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Em boa jogada e toque de bola de pé em pé, a bola sobrou para Naldo, pela direita. O volante chutou forte, de fora da área e obrigou o goleiro Dalberson a se esticar todo para colocar a bola pela linha de fundo. No escanteio, Alison Mira cabeceou para fora.

O Brusque tentou trabalhar com velocidade na transição, mas o bom posicionamento e a marcação tricolor “brecou” a intensidade do time do Vale.

Sem conseguir chegar com qualidade em jogadas criadas pelo meio, a equipe de Jersinho Testoni apostou nos lançamentos na área e, com isso, criou algumas oportunidades. Precisando do gol e com mudanças, o Brusque passou a dominar as ações de ataque com um JEC apertando a marcação e fechando os espaços para a equipe visitante.

Já nos acréscimos, mais uma bola na área e o empate do Brusque. Em bola levantada na área, Fabian Volpi tirou de soco e ficou no chão, Bruno Mota colocou a bola no fundo da rede mesmo com a tentativa de Renan Castro de tirar em cima da linha.

Sem tempo para mais nada, em jogo equilibrado, a decisão ficou para quarta-feira (28), quando JEC e Brusque se enfrentam novamente, às 19h, no Augusto Bauer.

Ficha técnica

JEC

Fabian Volpi; Edson Ratinho, Charles (Geovani), Jaques e Renan Castro; Naldo, Davi Lopes (Banguelê) e Yann Rolim (Luquinhas), Paulo Victor (Douglas Packer), Diego e Thiago Santos (Alison Mira)

Técnico: Elizeu

Brusque

Dalberson; Toty, Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo (Pepê), Nonato (Bruno Alves) e Garcez (Andrew); Alex Ruan (Fio), Thiago Alagoano e Pirambu (Bruno Mota)

Técnico: Jersinho Testoni

Gols: Thiago Santos (JEC), Thiago Alagoano (BRU), Alison Mira (JEC), Bruno Mota (BRU)

Cartões amarelos: Diego (JEC), Nonato (BRU), Fabian Volpi (JEC), Naldo (JEC), Geovani (JEC)

JEC x Brusque

Domingo (25), às 16h

Local: Arena Joinville

Árbitro: Raphael Tracci

Assistentes: Gizeli Cesaril e Bruno Muller

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Catarinense

Loading...