Escudo: São Luiz
SLZ São Luiz
Escudo: Joinville
JEC Joinville
19 de Outubro - 14/11/2020 às 17h00

JEC perde para o São Luiz e deixa o G-4

Tricolor foi derrotado de virada pela equipe gaúcha fora de casa e o que poderia ser a vice-liderança se transformou na sexta colocação do grupo 8

Fora do G-4. É assim que o JEC viaja de volta para casa depois de ser derrotado, de virada, pelo São Luiz por 2 a 1 na tarde deste sábado (14). O revés em Ijuí arrancou o Tricolor do grupo que se classifica à próxima fase da Série D e o jogou na sexta colocação restando apenas seis pontos em disputa nesta primeira fase.

Derrota tira o JEC do G-4 e complica a vida do Tricolor que precisa vencer a próxima partida para não ficar pelo caminho – Foto: Vitor Forcellini/JECDerrota tira o JEC do G-4 e complica a vida do Tricolor que precisa vencer a próxima partida para não ficar pelo caminho – Foto: Vitor Forcellini/JEC

O Tricolor entrou em campo com a chance de ser alçado à vice-liderança do grupo 8. Com os resultados dos adversários, uma vitória simples colocaria o Joinville na segunda colocação e encaminharia a classificação, mas, mais uma vez, o resultado positivo escapou das mãos e a derrota jogou um balde de água fria nas pretensões joinvilenses. O empate não era de todo mal. Com um ponto, o JEC ainda estaria entre os quatro primeiros graças ao saldo de gol, mas o São Luiz queria manter viva a chance de avançar na competição e fez o dever de casa.

Recheado com sete desfalques, o JEC começou a partida com uma marcação alta, encurralando os donos da casa no campo de defesa, mas o São Luiz logo tratou de colocar a bola no chão e, trocando passes, criou boas chances.

As duas equipes precisavam da vitória, uma para pavimentar o caminho à segunda fase, a outra para se manter viva na disputa e, com isso, o jogo foi, desde o início, “pegado”, acelerado e muito truncado.

Com Diego, Lucas de Sá, Luquinhas e Romarinho jogando adiantados e em velocidade, o Tricolor criava boas oportunidades no contra-ataque e chegou ao gol aos 11 minutos. Kadu avançou pela esquerda, tocou em Diego que cruzou na medida. Bem posicionado, Lucas de Sá abriu o placar no estádio 19 de Outubro.

A alegria não durou muito tempo e o nome da partida logo tratou de empatar. Aos 19 minutos, os donos da casa avançaram em contra-ataque rápido. O São Luiz inverteu na direita com Matheus, que cruzou nos pés de Hugo Almeida. Ele foi travado no momento do chute, mas a bola sobrou para Paulinho, que chutou firme para empatar a partida.

O equilíbrio no placar também se traduziu nas ações dentro de campo, mas o Tricolor conseguiu se sobressair no final da primeira etapa, criando várias oportunidades, mas Romarinho não estava em dia inspirado e deixou passar em branco boas chances de colocar o Joinville em vantagem. Aos 35, recebeu sozinho, cara a cara com Rafael Roballo, tentou dar uma cavadinha para marcar por cima do goleiro e deu de presente para o arqueiro gaúcho.

JEC abriu o placar com Lucas de Sá, mas sofreu a virada para o São Luiz com dois gols de Paulinho – Foto: Vitor Forcellini/JECJEC abriu o placar com Lucas de Sá, mas sofreu a virada para o São Luiz com dois gols de Paulinho – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Na segunda etapa, bombardeio do São Luiz logo nos primeiros minutos. O goleiro Dalberson precisou se esticar de todo lado para evitar o gol dos donos da casa. O jogo ficou ainda mais preso, truncado e com muitas faltas, apesar da agressividade e velocidade nos contra-ataques.

O empate não era bom, mas não era ruim para o Joinville. Com um ponto a mais, o Tricolor dormiria na quarta colocação, antes do confronto direto na próxima rodada, mas aos 36 minutos, o balde de água foi jogado por Paulinho, mais uma vez.

Em jogada pela esquerda, o São Luiz cruzou a bola na área, passou por todo mundo, Dalberson se esticou e conseguiu desviar, mas novamente a bola sobrou para Paulinho na esquerda. Ele bateu, colocou o São Luiz em vantagem e saiu para o abraço.

Com a vitória nas mãos, o técnico Antônio Picolli mexeu e colocou a equipe completamente na defesa, explorando apenas os contra-ataques para tentar ampliar ainda mais o placar. Sem espaço, o JEC não conseguiu buscar o empate e saiu de campo com a derrota e com a missão de correr atrás do prejuízo.

O resultado tira o Tricolor do G-4 e complica ainda mais a vida da equipe joinvilense que não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória na próxima rodada. O JEC recebe o Marcílio Dias no próximo sábado (21), às 17h, na Arena Joinville. Uma derrota e a combinação de resultados pode eliminar o Tricolor com uma rodada de antecedência.

Ficha técnica

São Luiz

Rafael Roballo; Geovane (Itaqui), Silvio, Junior e Gabriel (Jadson); Rafael Jataí, Juba (Jhonatan Ribeiro), Paulinho e Fernando (Vagner); Matheus e Hugo (Tássio).

Técnico: Antônio Picolli

JEC

Dalberson; Kadu, Fernando, Jaques e Renan Guedes; Braga (Kaynan), Caio Mello e Diego; Lucas de Sá (Chrystian), Luquinhas (Adriano) e Romarinho.

Técnico: Fabinho Santos

Gols: Lucas de Sá (JEC), Paulinho (SLU)

Cartões amarelos: Junior (SLU), Juba (SLU), Rafael (SLU), Matheus Lagoa (SLU), Kaynan (JEC), Jadson (SLU), Diego (JEC), Rafael Roballo (SLU)

São Luiz x JEC

Sábado (14), às 17h

Local: Estádio 19 de Outubro

Árbitro: Wagner Francisco Silva Souza (BA)

Assistentes: André da Silva Bitencourt (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

Lances da partida

+

Joinville Esporte Clube