Drika Evarini

adrieli.evarini@ndmais.com.br Opinião, novidades, contratações e bastidores do esporte joinvilense e muito mais. Apaixonada por futebol, basquete, futsal e tudo que envolve o mundo do esporte, está sempre atenta a tudo que acontece dentro e fora dos campos e das quadras.


Cai sigilo de pedido de recuperação judicial do JEC: clube deve R$ 1,7 milhão a ex-presidente

Lista de credores inclui ex-técnicos, ex-jogadores, ex-funcionários, fornecedores e atual diretoria

O pedido de recuperação judicial do JEC continua repercutindo – e muito. Nesta quarta-feira (25), a Justiça derrubou o sigilo por entender que o pedido não previa a medida e, ao quebrar o segredo, detalhes da solicitação do clube vieram à tona. Entre eles, a lista de credores do clube.

Valor da ação é de mais de R$ 18 milhões e somam dívidas a ex-jogadores, ex-treinadores, ex-funcionários, ex-presidentes e atual diretoria – Foto: Pixabay/DivulgaçãoValor da ação é de mais de R$ 18 milhões e somam dívidas a ex-jogadores, ex-treinadores, ex-funcionários, ex-presidentes e atual diretoria – Foto: Pixabay/Divulgação

Entre as dívidas que o JEC possui, estão valores devidos a ex-técnicos, ex-jogadores, ex-funcionários, fornecedores e ex-presidentes do Tricolor. O valor que mais chama a atenção é o que o clube deve ao ex-presidente Vilfred Schapitz, que esteve à frente do JEC entre 2018 e 2020 (incluindo pedido de licença do cargo). O total da dívida é de R$ 1.731.973,13. Ao atual presidente, Charles Fischer, o clube deve R$ 13.198,80.

Além de ex-mandatários e membros da atual diretoria, como Luis Carlos Guedes, a quem o clube deve mais de R$ 14 mil, estão ex-jogadores e treinadores. Ramon Menezes está na lista com um valor de mais de R$ 350 mil a receber, assim como Adilson Batista, a quem o clube deve mais de R$ 885 mil. Jogadores que deram alegria à torcida, como Edigar Junio, também esperam o pagamento de valores devidos. O atacante tem quase R$ 500 mil para receber do Tricolor.

Fornecedores de itens básicos também constam na lista, como a Maná Refeições, que espera o recebimento de quase R$ 550 mil.

O valor total da dívida apresentada pelo clube é de R$ 18.202.712,73. Esse valor é o que o JEC deve a credores e o que pode ser negociado via recuperação judicial em assembleia geral com os interessados que possuem valores a receber do clube. Além disso, há os valores devidos em tributos, que não entram nesta mesma negociação.

Os valores apontados na ação não são “recentes”. Longe disso. Há processos e ações movidas ainda em 2015, quando o time estava na Série A. Em sete anos, a bola de neve correu rápido e o clube chegou na atual situação, acumulando dívidas a ponto de solicitar recuperação judicial.

O pedido, no entanto, já é alvo de ações de advogados e representantes de credores do clube solicitando a negativa da Justiça, alegando tentativa de fraude. Uma ação já bloqueou os valores da venda do atacante Chrystian justamente por afirmar que o clube “omite receitas e não paga dívidas”.

A recuperação judicial dá ao clube a oportunidade de negociar as dívidas em assembleia geral com os credores com possibilidade de redução de valores e parcelamento a longo prazo.

Existe a possibilidade de negativa? Existe. E, neste caso, o resultado poderia gerar a falência do clube. No entanto, a não negociação acarreta, também, em não pagamento aos próprios credores, uma vez que o JEC sequer tem “patrimônio” que possa ser considerado massa falida utilizada no abatimento das dívidas.

O Conselho Fiscal do clube, que não foi consultado sobre o pedido, encaminhou ofício ao juiz responsável informando que a recuperação judicial não foi sequer debatida internamente. A partir dessa versão, o JEC tem 15 dias para se manifestar a respeito dos apontamentos do CF encaminhados à Justiça. Antes disso, nenhuma decisão, seja ela favorável ou negativa, deve ser tomada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...