Drika Evarini

adrieli.evarini@ndmais.com.br Opinião, novidades, contratações e bastidores do esporte joinvilense e muito mais. Apaixonada por futebol, basquete, futsal e tudo que envolve o mundo do esporte, está sempre atenta a tudo que acontece dentro e fora dos campos e das quadras.


Calculadora na mão: o que o JEC precisa para se classificar já no fim de semana?

Tricolor enfrenta o Marcílio Dias no sábado (14), na Arena Joinville, onde ainda não sofreu gols nesta Série D

Foram dois anos consecutivos vendo o sonho do acesso à Série C ser destruído ainda na primeira fase. Depois do pesadelo, a torcida tem motivos de sobra para manter a expectativa em alta e acreditar que, em 2021, o acesso não apenas é possível, como está sendo construído jogo após jogo.

Uma vitória sobre o Marcílio Dias no sábado (14) coloca o JEC no mata-mata com quatro rodadas de antecedência – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/NDUma vitória sobre o Marcílio Dias no sábado (14) coloca o JEC no mata-mata com quatro rodadas de antecedência – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/ND

Restando ainda quatro rodadas para o encerramento da primeira fase, o JEC só precisa de uma vitória para garantir a classificação para o mata-mata. Para isso, basta uma vitória contra um rival estadual e se mantiver o resultado que conquistou no ano passado, a torcida pode comemorar a vaga na próxima fase já no fim de semana.

Em 2020, o Tricolor derrotou o Marinheiro por 2 a 1 no segundo turno. No entanto, quem comemorou ao final da primeira fase foi o Marcílio Dias, que se classificou, enquanto o JEC sofreu com mais uma desclassificação amarga na primeira fase.

Agora, o cenário é diferente. Sob o comando de Leandro Zago, o JEC ainda não perdeu nesta Série D. São cinco vitórias e cinco empates, 20 pontos e uma vice-liderança consolidada, a dois pontos do líder e último adversário da primeira fase. Já o Marinheiro, é o quinto colocado, com 11 pontos em uma campanha de duas vitórias, cinco empates e três derrotas.

Paulo Victor é o artilheiro do time na Série D, com três gols marcados – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/NDPaulo Victor é o artilheiro do time na Série D, com três gols marcados – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/ND

Com uma diferença de nove pontos para o quinto colocado e nove a serem disputados ainda após o jogo do fim de semana, uma vitória coloca o JEC com 23 pontos e em uma posição que não pode mais ser ultrapassado pelo bloco de times fora do G-4. Além disso, uma vitória e derrotas de Caxias e Juventus garantem, pelo menos, a vice-liderança.

Um empate na Arena Joinville, ainda não assegura a classificação tricolor. Apesar de manter o time na segunda colocação e com boa vantagem para o terceiro, o empate ainda dá margem para que o time seja ultrapassado, caso o Aimoré vença o Cascavel e fique a oito pontos do JEC, com nove a serem disputados.

O bom retrospecto na Série D e na Arena Joinville fazem o torcedor sonhar em comemorar, já no sábado, a classificação. O Tricolor nunca foi derrotado jogando em casa pela quarta divisão e, nesta edição, ainda não sofreu um gol sequer. Mantendo a boa consistência defensiva e balançando a rede, o Coelho já pode começar a pensar no mata-mata.

Passando da primeira fase, seis jogos separam o JEC da Série C, que disputou, pela última vez, em 2018.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...