Dois títulos e gols decisivos, Alison Mira vive a melhor fase da carreira no JEC

Depois de comemorar dois títulos em 15 dias, camisa 9 mira no Catarinense e no acesso à Série C

A corrida para a cobrança de pênaltis parece uma eternidade para o torcedor, mas para os tricolores, quando é Alison Mira na bola, a apreensão é um pouco mais leve. Isso porque foi dos pés do camisa 9 os dois pênaltis decisivos que deram ao JEC dois títulos em 15 dias.

Alison Mira vive, no JEC, o que classifica como a melhor fase da carreira – Foto: Vitor Forcellini/JECAlison Mira vive, no JEC, o que classifica como a melhor fase da carreira – Foto: Vitor Forcellini/JEC

E se para a torcida o momento é de comemorar as conquistas, para o atacante essa é a melhor fase da carreira. “É um momento inédito na minha carreira, sou muito grato ao JEC pela oportunidade e espero retribuir cada vez mais dentro de campo, dando alegria ao torcedor e conquistando nossos objetivos, que são a briga pelo Catarinense e o acesso à Série C. Para mim é um dos melhores momentos da minha carreira, é maravilhoso comemorar dois títulos em menos de um mês. Esse é o melhor da minha carreira”, fala.

O atacante ressalta que o momento é de reconstrução e o grupo está “fechado” no objetivo. Para Alison, o JEC está em um lugar que não o pertence e elenco, comissão e diretoria tem apenas um foco: colocar o time onde ele merece. “Estou feliz em ajudar a reerguer o JEC de novo. Ele é muito grande e nós temos a missão de recolocar ele neste lugar”, ressalta.

Depois de marcar, aos 45 minutos do segundo tempo, o gol que levou o JEC à disputa de pênaltis na final da Copa SC, Alison ficou com a responsabilidade da cobrança do título. Na decisão da Recopa, mais uma vez a responsabilidade ficou com o atacante. Perdendo por 1 a 0, o JEC precisou reverter o prejuízo e foi ele quem sofreu o pênalti que deixou a partida empatada e, mais uma vez, o título foi decidido nas cobranças extras. Dos pés de quem saiu a última? Dele.

“É uma emoção muito grande porque fiz o gol aos 45 minutos e lá pude sofrer o pênalti. Mais uma vez a decisão do quinto pênalti veio no meu pé. Estou muito feliz de estar fazendo gols e ajudando o JEC em momentos decisivos, isso é muito gratificante”, diz.

Além de ser artilheiro, Alison é um atacante que não se prende à área e ajuda a equipe em outros setores do campo. A responsabilidade de ser um dos pilares da equipe que almeja uma temporada de conquistas e acesso o deixa feliz, mas o camisa 9 credita a boa fase tricolor ao grupo. “Fico feliz de ter essa responsabilidade, venho trabalhando muito forte para conseguir esses objetivos. Estou feliz, deixo tudo dentro de campo, mas tenho que agradecer muito a minha equipe. Construímos uma família, que está sempre correndo, cobrando pelo outro e isso faz o nosso time ser muito forte”, salienta.

Dois pênaltis decisivos e dois títulos em 15 dias na conta de Alison Mira – Foto: Vitor Forcellini/JECDois pênaltis decisivos e dois títulos em 15 dias na conta de Alison Mira – Foto: Vitor Forcellini/JEC

A conquista da Recopa, ressalta Alison, mostra que o JEC é forte e, com humildade, pode brigar “de igual para igual” com todos. “Nós somos humildes, sabíamos que poderíamos sair de lá campeões. Não podemos nos acomodar porque nós almejamos mais neste ano. Agora, os torcedores vão cobrar ainda mais e nós temos que trabalhar cada vez mais para conseguir os nossos objetivos. Comemoramos, mas já passou porque na quinta-feira já estreamos no Catarinense. Nosso pensamento é buscar o título, sabemos que vai ser difícil,  mas nosso time está preparado, trabalhando forte e eu tenho certeza que vamos brigar lá em cima”, finaliza.

O JEC estreia no Estadual na quinta-feira (25), às 16h, quando enfrenta o Próspera, no Sul de SC.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Joinville Esporte Clube