JEC apenas empata com o Esportivo e se afasta da liderança da Série D

Tricolor e Esportivo ficaram no 0 a 0 na tarde deste sábado (24), na Arena Joinville

O provável pior jogo do JEC nesta Série D terminou em 0 a 0 na tarde deste sábado (24), na Arena Joinville. O Tricolor recebeu o Esportivo e, pela primeira vez na competição, não venceu jogando em seus domínios. Com o resultado, o Joinville vai a 16 pontos, se mantém na vice-liderança, mas vê a distância para o líder Cascavel aumentar.

JEC e Esportivo ficaram no 0 a 0 na tarde deste sábado (24), na Arena Joinville – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/NDJEC e Esportivo ficaram no 0 a 0 na tarde deste sábado (24), na Arena Joinville – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/ND

Nos piores 45 minutos que o JEC fez nesta Série D, o placar continuou fechado durante todo o primeiro tempo em que o Tricolor não conseguiu fazer o que vinha fazendo até aqui: rodar a bola com qualidade e ter em seu meio o centro criativo do time que abastece o ataque, seja pelo meio, seja pelas extremas. Tudo que o time fez no primeiro turno, não aconteceu no primeiro tempo.

Com o mesmo time titular da partida em Bento Gonçalves, o JEC entrou em campo com Douglas Packer novamente jogando na linha de frente ao setor defensivo, na tentativa de sair com qualidade já do seu setor defensivo. Apesar de começar melhor e mais organizado em campo, pressionando a saída do Esportivo ainda quando estava no campo de ataque, o Tricolor não conseguia ser efetivo e, aos poucos, viu os visitantes equilibrarem um jogo de pouca efetividade.

Embora tenha jogado mais no campo de ataque, o JEC não conseguia se comunicar e, sem aproximação, não conseguia imprimir um bom ritmo de jogo e sequer levou muito perigo ao gol de Otavio Passos, que precisou trabalhar em alguns chutes de fora da área.

O Esportivo veio a Joinville com o objetivo de imprimir uma marcação forte, fechar o seu setor defensivo e o JEC não encontrou alternativas no primeiro tempo parra quebrar as linhas de marcação e em um primeiro tempo de pouca qualidade técnica, esbarrou na equipe gaúcha e em sua própria limitação.

Ainda assim, tinha em Douglas Packer e Paulo Victor boas referências no meio e no ataque. O jovem atacante, no entanto, sentiu e foi substituído por Caio Monteiro ainda na primeira etapa, que terminou quente, com confusão entre jogadores e comissão técnica.

Com cartão amarelo, o capitão Edson Ratinho foi substituído no intervalo, assim como o atacante Uelber, para as entradas de Chrystian e Alison.

JEC melhora no segundo tempo, mas não balança a rede

O JEC começou trabalhando a bola pela esquerda e, em bom passe de Renan Castro para Chrystian em profundidade, o atacante tricolor carregou, mas a zaga afastou para a linha de fundo, na cobrança de escanteio, nova jogada de Renan Castro, dessa vez com Davi Lopes, que chutou por cima do gol gaúcho.

As mudanças surtiram efeito imediato e o JEC consegue dominar o meio e, com a bola no chão, trabalha entre as linhas pelo meio com Douglas Packer e Chrystian e, ainda, pelas laterais, com boa atuação de Davi Lopes, caído pela esquerda. A entrada de Chrystian deu outro ritmo ao jogo do Tricolor. Em boa jogada do jovem atacante joinvilense, que colocou Yann Rolim cara a cara com Otavio Passos, o JEC chegou com perigo, mas parou no goleiro gaúcho.

O JEC passou a dominar o jogo e equilibrar as ações ofensivas distribuindo os ataques por todos os lados de campo enquanto o Esportivo não consegue avançar com força para o campo de ataque e não leva perigo ao gol de Rafael Pascoal.

Em cobrança de escanteio, o Esportivo assustou a torcida tricolor, em bom chute, o time gaúcho obrigou Rafael Pascoal a se esticar todo para salvar o que seria o primeiro gol na Arena Joinville.

Mas, em conseguir capitalizar as chances que criou, o JEC não saiu do 0 a 0 e, pela primeira vez nesta série D, não venceu em casa. O Tricolor volta a campo non próximo domingo (1º), quando encara o Caxias, às 15h, no Rio Grande do Sul.

Ficha técnica

JEC

Rafael Pascoal; Edson Ratinho (Chrystian), Fernando, Helerson e Renan Castro; Naldo (Xavier), Davi Lopes, Douglas Packer e Yann Rolim (Luquinhas); Paulo Victor (Caio Monteiro) e Uelber (Alison)

Técnico: Leandro Zago

Esportivo

Otavio Passos; Gutierrez, Ramires, Rafael Dumas e Lailson; Chicão, Norton e Juninho Tardelli (Serafim); Leo Ferraz (Paulinho), Potiguar (Peixoto) e Batista

Técnico: Rogério Zimmermann

Cartões amarelos: Juninho Tardelli (ESP), Edson Ratinho (JEC), Ramires (ESP), Naldo (JEC), Douglas Packer (JEC)

JEC x Esportivo

Sábado (24), às 15h

Local: Arena Joinville

Árbitro: João Vitor Gobi (SP)

Assistentes: Deise Genoefa Bellaver (SC) e Alexandre Bittencourt (SC)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Joinville Esporte Clube

Loading...