Drika Evarini

adrieli.evarini@ndmais.com.br Opinião, novidades, contratações e bastidores do esporte joinvilense e muito mais. Apaixonada por futebol, basquete, futsal e tudo que envolve o mundo do esporte, está sempre atenta a tudo que acontece dentro e fora dos campos e das quadras.


JEC deixa vitória escapar, empata e volta para a zona de rebaixamento

Tricolor abriu 2 a 0, sofreu o empate e se afastou da zona de classificação

Uma vitória que escapou das mãos. Depois de abrir 2 a 0 no placar contra o Próspera, o JEC não conseguiu segurar um resultado que o colocaria na zona de classificação, sofreu o empate e voltou para a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense.

JEC e Próspera empatam em Jaraguá do Sul e Tricolor volta para a zona de rebaixamento – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/NDJEC e Próspera empatam em Jaraguá do Sul e Tricolor volta para a zona de rebaixamento – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/ND

Com mudanças no time, o JEC viu o Próspera dar espaço para a saída de bola já no início de jogo. O time do Sul apostou em uma linha recuada de marcação e, com isso, o Tricolor aproveitava os espaços para organizar seu setor criativo e avançar as linhas para o campo de ataque.

Antes mesmo dos 10 minutos, lance polêmico no João Marcatto. Chrystian recebeu lançamento e avançou, foi derrubado, mas o árbitro anotou falta na linha da pequena área, gerando muita reclamação do time, da comissão técnica e da diretoria. No lance, Beto foi expulso, mas o pênalti não foi marcado para o Joinville.

Em contrapartida, menos de 10 minutos depois, Gustavo Ervino Bauermann não hesitou em apontar a marca de pênalti para o Próspera em lance dentro da área após cruzamento. Na cobrança, Gabriel parou em João Lucas, que esperou a definição, pulou para a esquerda e evitou o gol do time mandante.

Aos 19 minutos, a explosão do time e da torcida, que compareceu em bom número ao João Marcatto. Após cobrança de escanteio pela direita, mais uma vez Thiago Costa subiu mais que todo mundo e cabeceou para abrir o placar.

Em jogo movimentado, o JEC apostava nas ações ofensivas pelas laterais, equilibrando o ataque entre a direita, com Alison e Chrystian e a esquerda com Renan Castro e Junior Fialho.

Mas, apesar de ter um time de marcação com três volantes e um jogador a mais, sofreu durante o primeiro tempo com os contra-ataques do time do Próspera, que chegava com perigo à área tricolor.

O gosto amargo do empate

Na volta para o segundo tempo, Dal Pozzo mudou o time sacando Augusto Cesar para a entrada de Vargas.

Nos primeiros minutos, ótima jogada de Chrystian pela direita, que avançou, puxou para a linha de fundo e atrasou para Vargas, que não conseguiu finalizar e foi travado. No mesmo lance, a bola sobrou para o JEC e após cruzamento, Victor Rangel veio de trás para ampliar o placar. O assistente chegou a levantar a bandeira, mas o gol foi validado e o Próspera foi para cima da arbitragem e do elenco tricolor.

Aos 10 minutos, quase um golaço de Junior Fialho para coroar a jogada magistral de Chrystian que recebeu no campo de defesa e deixou três marcadores para trás. A bola chegou em Fialho pela esquerda, o camisa 11 chutou forte de fora da área, mas a bola caprichosamente explodiu na trave.

O JEC continuou com volume ofensivo e chegando com boas chances na área. Vargas recebeu de Alison dentro da área, mas tocou por cima, arrancando suspiros dos torcedores na arquibancada.

Aos 14 minutos, mais um pênalti anotado pelo árbitro para o Próspera. Em bola enfiada, o atacante caiu na área após toque de Pedro Vitor. Na cobrança de Pedrinho, a bola explodiu no travessão e o árbitro apontou a bola dentro do gol.

O JEC continuou tentando explorar as jogadas laterais e, pelo meio, Vargas entrou bem e puxava a criação.

Aos 36, em cobrança de falta, Marcelinho bateu direto, no canto direito de João Lucas para empatar a partida.

Com o péssimo empate, Dal Pozzo mexeu no time, lançou mais dois atacantes depois dos 40 minutos.  Mas, a tática não funcionou e o JEC terminou com mais um empate e novamente na zona de rebaixamento.

O Tricolor volta a campo no próximo domingo (27), quando recebe o Brusque na Arena Joinville.

Ficha técnica

Próspera

Igor, Galiardo, Matheus (Luciano), Gullthi e Nikolas (Marco Maier); Eduardo (Vitinho), Beto e Pedrinho; Japa, Gabriel e Ramon

Técnico: Emerson Cris

JEC

João Lucas, Alison, Pedro Vitor, Elivelton e Renan Castro (Dal Pian); Thiago Costa, Augusto Cesar (Vargas) e Xavier (Mailson); Victor Rangel (Uelber), Chrystian e Junior Fialho (Jô)

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Gols: Thiago Costa (JEC), Victor Rangel (JEC), Pedrinho (PRO), Marcelinho (PRO)

Cartões amarelos: Gullthi (PRO), Vargas (JEC), Matheus (PRO), Eduardo (PRO), Vitinho (PRO)

Cartões vermelhos: Beto (PRO)

Próspera x JEC

Domingo (20), às 16h

Local: Estádio João Marcatto

Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Clair Dapper

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...