JEC perde para o Brusque e dá adeus ao Campeonato Catarinense

Gol de Thiago Alagoano carimbou a passagem do Brusque e acabou com o sonho do Tricolor de avançar no Estadual

Acabou o sonho do título catarinense para o JEC. Jogando no Augusto Bauer na noite desta quarta-feira (28), o Tricolor foi derrotado pelo Brusque por 1 a 0 e, mais uma vez, é eliminado nas quartas de final, novamente pelo Quadricolor. Com gol de Thiago Alagoano, o Brusque fez valer o mando de campo, venceu e carimbou a vaga nas semifinais do Estadual.

JEC e Brusque se enfrentaram na noite desta quarta-feira (28), no estádio Augusto Bauer – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/NDJEC e Brusque se enfrentaram na noite desta quarta-feira (28), no estádio Augusto Bauer – Foto: Vitor Forcellini/JEC/Divulgação/ND

Em um primeiro tempo movimentado, com as duas equipes buscando o gol, JEC e Brusque tiveram boas oportunidades de balançar a rede, mas pararam na falta de capricho no último toque e nas boas defesas de Fabian Volpi e Dalberson.

Com uma atuação bem diferente do primeiro jogo, Paulo Victor avançou com muita velocidade pelo lado esquerdo do campo e criou ótima chance já nos primeiros minutos e após bate e rebate na área, a zaga do Brusque afastou o perigo.

Com o jogo mais truncado e marcado no meio, as duas equipes exploraram os lados do campo, com Thiago Alagoano protagonizando as melhores ações do Quadricolor, mas ainda assim, muito marcado e “encaixotado” pela marcação do Joinville.

Em boa jogada pela direita, Diego bateu de fora da área, a bola desviou em Rodolfo e, com muita reclamação de pênalti, a bola voltou e sobrou para Yann Rolim, que quase encobriu Dalberson. O goleiro se esticou todo para desviar pela linha de fundo.

Explorando muito as laterais, o Tricolor chegava com boas chances com Paulo Victor pela esquerda e a dobra Diego e Yann Rolim pela direita. O camisa 33 ainda perdeu uma ótima chance. Após cruzamento da esquerda, o meia pegou de primeira, mas chapou para fora.

Bola parada, gol e eliminação de um lado, classificação de outro

Sem mudanças para a segunda etapa, os dois times voltaram com a mesma intensidade do primeiro tempo, procurando buracos na marcação e acelerando as ações pelas laterais.

Apesar do empate favorecer o Brusque, o jogo continuou muito movimentado, com contra-ataques rápidos para as duas equipes, que levaram perigo ao setor defensivo adversário.

Gustavo Ermel chegou em ótima oportunidade. Após cobrança de falta de Edson Ratinho, a zaga do Brusque tentou afastar, a bola sobrou viva na entrada da área, Ermel dominou, arrumou e chutou firme. Dalberson com a ponta da luva tirou para a linha de fundo.

Se de um lado o gol não saiu, do outro, saiu. Aos 33 minutos, em escanteio pelo lado direito, a bola sobrou no meio da pequena área e Thiago Alagoano aproveitou o rebote e colocou a bola no fundo da rede de Fabian Volpi.

O técnico Elizeu até tentou mudar para deixar o time mais ofensivo, mas o Brusque soube administrar a vantagem e apenas aguardar o apito final para comemorar a vaga.

Ficha técnica

Brusque

Dalberson; Toty, Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo, Zé Mateus (Bruno Mota) e Garcez (Andrew); Bruno Alves (Alex Ruan), Thiago Alagoano (Fio) e Pirambu (Nonato)

Técnico: Jersinho Testoni

JEC

Fabian Volpi; Edson Ratinho, Fernando, Jaques e Renan Castro; Naldo (Douglas Packer), Davi Lopes e Yann Rolim (Gustavo Ermel); Diego (Yaya Banhoro), Paulo Victor e Thiago Santos (Alison Mira)

Técnico: Elizeu

Gols: Thiago Alagoano (BRU)

Cartões amarelos: Zé Mateus (BRU), Renan Castro (JEC), Diego (JEC), Fernando (JEC), Rodolfo (BRU)

Brusque x JEC

Quarta-feira (28), às 19h

Local: Estádio Augusto Bauer

Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Alexandre Bittencourt

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Joinville Esporte Clube

Loading...