JEC vence o Concórdia e assume a liderança isolada da Copa SC

Tricolor não teve dificuldades, venceu bem e manteve retrospecto sem perder dentro da Arena Joinville

Com ótima atuação técnica e tática, o JEC venceu o Concórdia sem dificuldades na tarde deste domingo (17), manteve o retrospecto de não perder na Arena Joinville e assumiu a liderança isolada da Copa SC. Com gols de Gustavinho, Renan Castro e Edson Ratinho, o Tricolor mostrou uma postura agressiva e intensa, dominou a partida, construiu o placar no primeiro tempo e administrou o jogo com tranquilidade.

JEC construiu placar ainda no primeiro tempo e assumiu a liderança isolada da Copa SC – Foto: Vitor Forcellini/JECJEC construiu placar ainda no primeiro tempo e assumiu a liderança isolada da Copa SC – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Domínio completo do Tricolor. Essa foi a síntese do primeiro tempo. Com uma postura de forte marcação, posicionamento tático, qualidade técnica, agressividade e intensidade, o JEC não deu qualquer chance para o Concórdia na etapa inicial.

O susto para a torcida tricolor veio aos quatro minutos, quando o artilheiro Alison Mira sentiu o tornozelo depois de pisar em falso durante uma disputa de bola. Mas, a apreensão se transformou em grito de gol dois minutos depois. Com o camisa 9 já em campo novamente, quem marcou foi Gustavinho.

Volpi deu belo lançamento nos pés de Diego, que avançou e viu o goleiro sair do gol e cortar errado. O camisa 10 limpou e chutou, Fernando ainda conseguiu espalmar, mas a bola sobrou limpa, nos pés de Gustavinho, que só teve o trabalho de empurrar para o gol e sair para o abraço.

Marcando muito bem e limitando os espaços da equipe visitante, o JEC impedia todas as ações trabalhadas do Concórdia, que tentava apostar na ligação direta, sem sucesso. Com muita intensidade, o JEC dominava completamente o meio de campo e fuzilava o gol de Fernando. Aos 18, gol. Em cobrança de falta, Renan Castro chutou rasteiro, a bola ainda desviou e tirou qualquer chance do goleiro do Galo do Oeste.

A pressão na saída de bola do Concórdia dava ao Joinville rapidez e ainda mais espaço no campo de ataque. Já os visitantes não conseguiam se organizar e abriam espaço para o JEC trabalhar com tranquilidade no setor ofensivo.

Destaque no primeiro tempo, Diego quase deixou o seu. Aos 30 minutos, o camisa 10 soltou uma bomba de fora da área, a bola raspou a trave e saiu pela linha de fundo.

O susto dos minutos iniciais se concretizou aos 30. Alison Mira não conseguiu continuar em campo e o jovem Isaac substituiu o camisa 9. Mais uma vez, o gol chegou para dissipar a nuvem de preocupação dos torcedores tricolores.

Em bela jogada pela direita, Edson Ratinho tabelou com Luquinhas. O capitão recebeu entrando na área e chutou firme, cruzado, ampliando o placar aos 35 minutos.

Sem espaço para trabalhar, o Concórdia viu nos chutes de longa distância a chance de diminuir o placar. Volpi contou com a sorte e viu a trave salvar o gol tricolor duas vezes, primeiro com Vinicius, depois com Tete.

Atuação intensa e agressiva deu a vitória e a liderança ao Tricolor, que não perde em casa há seis meses – Foto: Vitor Forcellini/JECAtuação intensa e agressiva deu a vitória e a liderança ao Tricolor, que não perde em casa há seis meses – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Com tranquilidade, o Tricolor saiu da primeira etapa com a vantagem debaixo do braço para o intervalo.

A boa vitória construída no primeiro tempo permitiu ao JEC diminuir a intensidade na tarde de forte calor em Joinville. Sem a urgência de marcar, o Tricolor administrou a partida, diminuiu a pressão na marcação e deu mais espaço ao Concórdia que voltou com o esquema tático alterado.

Com três zagueiros, o Galo do Oeste deu mais solidez ao setor defensivo e conseguia trabalhar melhor a bola entre o campo defensivo e o ataque. Apesar disso, os visitantes não conseguiram dar efetividade às ações. Quando conseguia construir jogadas, apostou nos chutes de média e longa distância, mas o domingo era tricolor. Ou a bola explodia na trave, ou a boa atuação do goleiro Fabian Volpi impedia o gol de honra do Galo.

O JEC ainda chegou em bela jogada de Thiaguinho, que se livrou do marcador, tirou o goleiro com classe, mas a bola saiu pela linha de fundo. Nos últimos cinco minutos, Vinícius Eutrópio ainda conseguiu rodar o elenco para poupar os titulares.

Com a vitória, o JEC assume a liderança isolada da competição e viaja, na quinta-feira (21), para enfrentar o Marcílio Dias, às 20h30, no Gigantão das Avenidas.

Ficha técnica

JEC

Volpi; Edson Ratinho, Yago (Jaques), Fernando e Renan Castro; Banguelê, Davi Lopes (Lucas Góes) e Diego (Edinho); Luquinhas, Gustavinho (Douglas Packer) e Alison Mira (Isaac).

Técnico: Vinícius Eutrópio

Concórdia

Fernando; Alison (Miguel), Luiz, Peres e Tete (Ian Mineiro); Lucas, Tom, Khevin e Ricardinho; Vinicius e Michel.

Técnico: Emerson Hartkopp

Cartões amarelos: Gustavinho (JEC), Davi Lopes (JEC), Alison (CON), Dieguinho (JEC)

Gols: Gustavinho (JEC), Renan Castro (JEC), Edson Ratinho (JEC)

JEC x Concórdia

Domingo (17), às 17h

Local: Arena Joinville

Árbitro: Rafael Traci

Assistentes: Mauro Ricardo Oliveira Alves da Luz e João Filipi Netto

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Joinville Esporte Clube