Escudo: Brusque
BRU Brusque
Escudo: Joinville
JEC Joinville
Augusto Bauer - 30/07/2020 às 18h00

Brusque vence mais uma vez, elimina o JEC e avança às semifinais do Catarinense

Mantendo o bom retrospecto contra o Tricolor, Brusque vence em casa e volta as atenções para o Juventus, adversário na semifinal

O Brusque está na semifinal do Campeonato Catarinense. Mantendo a vantagem conquistada na Arena Joinville, o atual campeão da série D do Campeonato Brasileiro vence o JEC por 2 a 1 no Augusto Bauer e continua vivo na luta por mais um título.

Marco Antônio abriu o placar que garantiu o Brusque nas semifinais do Catarinense – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC/Divulgação/ND

A equipe comandada pelo técnico Jerson Testoni soube atacar, ampliar a vantagem e administrar o placar para garantir a vaga na próxima fase.

Agora, Brusque e Juventus se enfrentam em busca da vaga na grande final do Estadual.

O jogo

O Brusque entrou em campo com um desfalque de última hora. Alex Sandro sentiu durante o aquecimento e foi baixa já no início da partida, sendo substituído por Fabinho. A equipe assumiu a responsabilidade de manter a vantagem e pressionou o Tricolor desde o apito inicial.

O JEC tentava encontrar espaço pelo meio, com Luquinhas, mas parava na boa defesa postada dos donos da casa. Sem encontrar facilidade, o Joinville apostou na bola parada nos escanteios, com Romarinho.

Com a vantagem e a tranquilidade para trabalhar a bola, o Brusque foi buscando espaço e construiu boas chances de finalização. Não demorou muito para que os donos da casa encontrassem o caminho do gol. Aos 19 minutos, Marco Antônio avança na área e, na categoria, deu um tapa na bola, tirou o goleiro Dalberson e correu para o abraço.

O Joinville tentava trabalhar a bola nos pés de Luquinhas e Lucas Sá, mas A boa marcação do Brusque limitava os espaços do Tricolor e quando o apito soou para o intervalo, a vantagem dos donos da casa era ainda maior do que no início de jogo.

Disposto a reverter a desvantagem na segunda etapa, o JEC pressionou o Brusque desde o início e apostou nas bolas paradas para carimbar o travessão de Zé Carlos várias vezes. O Tricolor chegou a se mostrar superior na partida, mas o pênalti cometido por Edson Borges em cima de Zé Mateus foi um balde de água fria. O  camisa 9 e artilheiro do Campeonato Catarinense, Edu, não perdeu a chance de marcar mais um e balançou a rede do goleiro Dalberson, ampliando a vantagem.

Brusque carimbou a passagem às semifinais e agora enfrenta o Juventus – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC/Divulgação/ND

O técnico Fabinho Santos apostou em mudanças na equipe para tentar correr atrás do placar e, aos 33 a tática funcionou e o Coelho chegou ao gol depois de fuzilar a trave e o travessão do Brusque. Foram três bolas que pararam na trave até que a bola foi alçada na área e Trindade desviou para balançar a rede no Augusto Bauer.

O gol inflamou o Joinville, mas o Brusque continuou fechando os espaços e obrigando o Tricolor a apostar nas bolas paradas. Os donos da casa administraram a partida até o cronômetro chegar aos 49 e o árbitro apontar o centro de campo, carimbando o passaporte do Brusque para as semifinais do Campeonato Catarinense.

O técnico Jerson Testoni elogiou o desempenho do JEC, que colocou todo o time no ataque na segunda etapa e deu trabalho ao Brusque. Jersinho apontou a falta de intensidade da equipe como um dos fatores que deram espaço ao Tricolor.

“Foi um jogo muito difícil. Nós sempre temos a ideia de controlar bem o jogo, propor e não conseguimos fazer isso hoje, mas o importante é o resultado e saímos vitoriosos. Jogamos um pouco espaçados, faltou compactação. Nos precipitamos um pouco, deixamos a bola lenta, faltou intensidade, mas isso é mérito do adversário que fez um jogo muito competitivo”, disse.

Ficha técnica:

Brusque: Zé Carlos, Edilson (Gustavo Henrique), Cleyton, Everton e Airton (Baianinho); Rodolfo e Zé Mateus; Thiago Alagoano, Marco Antonio (Dandan) e Fabinho (Ronael); e Edu. Técnico: Jerson Testoni.

Joinville: Dalberson, Edson Borges, Eduardo Melo e Edson Ratinho; Braga (Renan Guedes) e Trindade; Lucas de Sá, Romarinho (Robert) e Luquinhas (Diego); e Adriano (Wallisson). Técnico: Fabinho Santos.

Gols: Marco Antônio (19/1T), Edu (21/2T), Trindade (33/2T)

Cartões amarelos: Edu, Airton, Edilson (BRU); Wallisson (JEC)

Cartões vermelhos: Dalberson (JEC)

Arbitragem: Fernando Henrique de Medeiros Miranda, auxiliado por Alex dos Santos e Alexandre Bittencourt.

Local: Estádio Augusto Bauer, Brusque (SC). Horário: 18h

Lances da partida

+

Joinville Esporte Clube