Jogo do Campeonato Catarinense atrasa por falta de ambulância

Zagueiro da Chapecoense precisou ser encaminhado ao médico e, sem ambulância, jogo ficou paralisado

Sem ambulância, sem jogo. Na noite deste sábado (3), o jogo entre JEC e Chapecoense precisou ser paralisado devido à falta de ambulância na Arena Joinville. Como prevê o regulamento, sem ambulância, o jogo não pode ser reiniciado e o veículo precisou sair do estádio para encaminhar um jogador da Chapecoense ao hospital.

Zagueiro da Chapecoense precisou ser atendido no hospital após choque durante a partida – Foto: Drika Evarini/ND+Zagueiro da Chapecoense precisou ser atendido no hospital após choque durante a partida – Foto: Drika Evarini/ND+

O lance aconteceu no primeiro tempo, quando o zagueiro Kadu trombou com o próprio goleiro, ficou no chão e só saiu do gramado na maca. Após minutos sendo atendido pela equipe médica do Verdão do Oeste com apoio da equipe médica joinvilense, o atleta foi imobilizado e encaminhado ao hospital.

Kadu sofreu um trauma lombar e foi levado ao hospital para avaliar a situação da lesão. Ele foi acompanhado do fisioterapeuta da Chapecoense, Guilherme Dias Carli.

O retorno para a segunda etapa foi atrasado aguardando o retorno da ambulância. Foram mais de 25 minutos de “intervalo”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Catarinense