Morre em Joinville o radialista Ricardo Passos, o ‘Repórter Nota 10’

À beira do campo, o radialista deu voz a incríveis partidas do JEC, ganhando a admiração de ouvintes, colegas e entrevistados

Que as histórias do futebol e do rádio em Joinville estão intimamente ligadas, os amantes do esporte sabem bem. E na quarta-feira (1º), uma das vozes mais tradicionais do rádio se calou: morreu o radialista Ricardo Passos, que por muitos anos cobriu o esporte joinvilense, aos 78 anos.

Ricardo Passos (segurando o gravador) ficou conhecido como o Repórter Nota 10 – Foto: InternetRicardo Passos (segurando o gravador) ficou conhecido como o Repórter Nota 10 – Foto: Internet

Ricardo iniciou a carreira na década de 1960, na rádio Colon, deixando-a, posteriormente, para ocupar espaço na rádio Cultura, onde permaneceu por várias décadas até se aposentar da atividade.

Pelo trabalho dedicado à beira do campo em jogos do JEC, ganhou a alcunha de Repórter Nota 10, trabalhando ao lado de outros grandes nomes do rádio esportivo joinvilense, como o locutor Lourival Budal e o repórter Luiz Carlos Carvalho.

O radialista trabalhou nas rádios Colon e Cultura – Foto: RDB/ReproduçãoO radialista trabalhou nas rádios Colon e Cultura – Foto: RDB/Reprodução

“O repórter passa a ser eterno por não estar mais presente fisicamente. Mesmo assim, está marcado pela trajetória pessoal e profissional”, escreveu o jornalista Roberto Dias Borba. A admiração vinha dos ouvintes, dos colegas de profissão e até mesmo dos entrevistados.

Em nota, o JEC lamentou a morte do radialista, que também foi assessor de imprensa do clube:

A FCF (Federação Catarinense de Futebol) também se manifestou:

A Federação Catarinense de Futebol (FCF) recebe com muito pesar o falecimento do radialista Ricardo da Silveira Passos. Ele integrou por muitos anos a equipe de esportes da Rádio Cultura, de Joinville. Atualmente ele fazia parte do conselho fiscal na diretoria da Associação dos Cronistas Esportivos de Santa Catarina (Acesc). A FCF deseja força para amigos e familiares nesse momento tão difícil.

Ricardo morreu no Hospital São José e está sendo velado nesta quinta (2), na capela 4 do Cemitério Municipal. O sepultamento ocorre às 16 horas, no Cemitério São Sebastião, bairro Iririú.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Catarinense

Loading...