Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


No estadual mais arrastado dos últimos tempos (por causa da pandemia), deu Chapecoense

Time da Chapecoense conquista o seu sétimo título estadual diante do Brusque, após um começo decepcionante na competição. Time do Oeste aproveitou a parada por causa da pandemia.

Chapecoense ressurge no estadual e conquista o Catarinense 2020 – Foto: Lucas Filus/FFC

Na final do catarinense 2020, a Chapecoense conquistou o título do campeonato estadual mais arrastado e mais sem graça de todos os tempos. Culpa da pandemia, é bom deixar claro. Foram quase oito meses de espaço entre  a primeira rodada e a decisão. E após o retorno da competição, jogos sem a presença dos torcedores nas arquibancadas.  E o time da Chapecoense, que nada tem com isso, pelo contrário,  foi o time que melhor aproveitou a parada por causa da pandemia. Se classificou na oitava posição, após brigar contra o rebaixamento no turno, e crescendo na hora certa, após a chegada do treinador Humberto Louzer, chegou ao seu sétimo título estadual na história.

Na “festa do interior”, no jogo decisivo em Brusque e sem a presença dos torcedores, e, portanto, sem o brilho da festa nas arquibancadas, o time do Oeste fez valer a vantagem adquirida no primeiro jogo quando venceu por 2 x 0 na Arena Condá. Se defendeu bem, e ainda saiu de campo com a vitória e o troféu.

Parabéns, Chapecoense!