Rodrigo Santana lamenta queda, mas promete Avaí “bem diferente” para estreia na Série B

Comandante azurra apontou alguns erros da sua equipe e concluiu que a eliminação foi construída no jogo de ida, em Chapecó

Foi com lamentação que Rodrigo Santana falou após empate com a Chapecoense em 1 a 1, que culminou com a eliminação azurra no Catarinense 2020. O comandante azurra admitiu que o time esteve abaixo, parabenizou o adversário e prometeu um time “bem diferente” para a estreia na Série B, na próxima semana.

Chapecoense empata com o Avaí e segue na disputa do Catarinense – Foto: Márcio Cunha/ACF/Divulgação/ND

Apesar da necessidade de golear o Verdão do Oeste, a verdade é que o Avaí nunca esteve próximo de reverter o resultado construído ainda na primeira partida, pela equipe de Umberto Louzer.

O representante de Florianópolis até saiu na frente no placar, em gol assinalado pelo centroavante Daniel Amorim. A vantagem, no entanto, não durou dez minutos já que, quase imediatamente, o centroavante Aylon empatou para o a Chape.

“Apesar de termos jogadores experientes, nos faltou um pouco de experiência depois que nós marcamos o gol. Tínhamos que reter a bola, rodar ela. A estratégia era ir para o intervalo com, pelo menos, 1 a 0. Agora é trabalhar, tirar lições e levantar a cabeça que temos uma Série B pela frente”, analisou Rodrigo Santana.

Falta criatividade

Rodrigo Santana ainda mencionou um pouco de falta de “ousadia” do seu time que, na sua avaliação, precisava arriscar mais, forçar um drible ou uma jogada mais aguda para furar o bloqueio do adversário.

O técnico do Leão lembrou a “proposta bem definida do adversário” e entendeu que a eliminação foi construída em Chapecó onde, para ele, a Chape venceu com dois gols de bola parada.

Outro apontamento de Rodrigo Santana foi no que diz respeito ao momento vivido, mais precisamente a pandemia e a consequente necessidade de jogar contra um time fechado.

“Depois da pandemia vocês podem ver, os times estão jogando de maneira reativa, por uma bola. É complicado depois desse tempo parado e com trabalhos limitados por essa situação”, acrescentou.

O comandante, por último, prevê uma melhora na situação da sua equipe com o meia Renato, contratado junto a Chapecoense, que deve dar “uma grande contribuição” para o sistema de jogo da equipe.

Chapecoense x Criciúma

O técnico Umberto Louzer, que está invicto desde que chegou ao Oeste do Estado, celebrou a vitória e agora se prepara para o duelo diante do Criciúma, que eliminou o Marcílio Dias em Itajaí.

Os duelos estão marcados para domingo e quarta-feira, respectivamente. Na outra chave, Brusque x Juventus decidem quem avança à finalíssima da competição.

+

Futebol Catarinense