Times de SC conhecem seus adversários no Brasileirão 2021; confira

Chapecoense, Avaí, Brusque, Criciúma, Figueirense, nas Séries A, B e C, já conheceram seus adversários iniciais; JEC e Marcílio Dias, na Série D, ainda aguardam conselho técnico

A grande novidade do futebol brasileiro, sem dúvida nenhuma, é a imposição de limite no número de troca de técnicos entre os clubes participantes das três primeiras divisões do País.

As devidas confirmações foram avalizadas em respectivos conselhos técnicos que, desde quarta-feira, confirmaram a medidas nas Séries A, B e C.

Santa Catarina, com representante em todas elas, já sabe por onde vai começar as respectivas campanhas. Chapecoense na Série A; Avaí e Brusque na Série B e Figueirense e Criciúma na Série C. A Série D ainda conta com o JEC e o Marcílio Dias que deverão conhecer seus respectivos caminhos nas próximas semanas.

Confira as três primeiras partidas de cada um dos catarinenses:

Paulinho Mocellin, atacante da Chapecoense mantido para a temporada 2021, foi um dos destaques do título da Série B. A Série A, um sonho do Verdão desde o rebaixamento em 2019, vai começar com o seguinte trajeto: 1ª rodada – Chapecoense x Red Bull Bragantino; 2ª rodada – Palmeiras x Chapecoense; 3ª rodada – Chapecoense x Ceará.  – Foto: Márcio Cunha/ACF/Divulgação/ND
1 7

Paulinho Mocellin, atacante da Chapecoense mantido para a temporada 2021, foi um dos destaques do título da Série B. A Série A, um sonho do Verdão desde o rebaixamento em 2019, vai começar com o seguinte trajeto: 1ª rodada – Chapecoense x Red Bull Bragantino; 2ª rodada – Palmeiras x Chapecoense; 3ª rodada – Chapecoense x Ceará.  – Foto: Márcio Cunha/ACF/Divulgação/ND

Júnior Dutra é o novo reforço do Avaí para a temporada – o principal até aqui – que tem o acesso à Série A como o grande objetivo do ano. O Leão da Ilha abre sua jornada na Série B da seguinte forma: 1ª rodada – Coritiba x Avaí; 2ª rodada Avaí e Vila Nova; 3ª rodada – Avaí e Brusque – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C
2 7

Júnior Dutra é o novo reforço do Avaí para a temporada – o principal até aqui – que tem o acesso à Série A como o grande objetivo do ano. O Leão da Ilha abre sua jornada na Série B da seguinte forma: 1ª rodada – Coritiba x Avaí; 2ª rodada Avaí e Vila Nova; 3ª rodada – Avaí e Brusque – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C

Thiago Alagoano, o dono do time, é o grande nome do Brusque em seu retorno a Série B do futebol nacional. Protagonista no sucesso recente do Marreco, o camisa 10, é mais uma vez a grande esperança do quadricolor para se manter na Segundona nacional. A caminhada na Série B começa da seguinte forma: 1ª rodada – Brusque x Ponte Preta; 2ª rodada – Londrina x Brusque; 3ª rodada Avaí x Brusque. – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC
3 7

Thiago Alagoano, o dono do time, é o grande nome do Brusque em seu retorno a Série B do futebol nacional. Protagonista no sucesso recente do Marreco, o camisa 10, é mais uma vez a grande esperança do quadricolor para se manter na Segundona nacional. A caminhada na Série B começa da seguinte forma: 1ª rodada – Brusque x Ponte Preta; 2ª rodada – Londrina x Brusque; 3ª rodada Avaí x Brusque. – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Hemerson Maria, a frente do Criciúma; com um começo de muita instabilidade, Hemerson Maria ainda é o nome de esperança do torcedor e da diretoria na condução do Carvoeiro de volta à segunda divisão nacional. Em seu segundo ano seguido na Série C, o Criciúma aposta suas fichas no retorno a B, sobretudo, de olho na melhora financeira que isso poderia acarretar. O Tigre começa da seguinte forma, no Grupo B da competição: 1ª rodada – Criciúma x Ituano-SP; 2ª rodada – São José x Criciúma; 3ª rodada – Criciúma x Ypiranga. – Foto: Celso da Luz/Criciúma EC/divulgação
4 7

Hemerson Maria, a frente do Criciúma; com um começo de muita instabilidade, Hemerson Maria ainda é o nome de esperança do torcedor e da diretoria na condução do Carvoeiro de volta à segunda divisão nacional. Em seu segundo ano seguido na Série C, o Criciúma aposta suas fichas no retorno a B, sobretudo, de olho na melhora financeira que isso poderia acarretar. O Tigre começa da seguinte forma, no Grupo B da competição: 1ª rodada – Criciúma x Ituano-SP; 2ª rodada – São José x Criciúma; 3ª rodada – Criciúma x Ypiranga. – Foto: Celso da Luz/Criciúma EC/divulgação

O Figueirense, de Everton Santos, chega para a Série C como uma grande incógnita em função de um time em formação e com início preocupante. Com a lesão do volante Patrick, caiu no colo do atacante – que virou lateral – a responsabilidade e experiência para conduzir o elenco. O início do Figueirense vem da seguinte forma: 1ª rodada – Novorizontino x Figueirense; 2ª rodada – Figueirense x Oeste; 3ª rodada – Paraná x Figueirense. – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND
5 7

O Figueirense, de Everton Santos, chega para a Série C como uma grande incógnita em função de um time em formação e com início preocupante. Com a lesão do volante Patrick, caiu no colo do atacante – que virou lateral – a responsabilidade e experiência para conduzir o elenco. O início do Figueirense vem da seguinte forma: 1ª rodada – Novorizontino x Figueirense; 2ª rodada – Figueirense x Oeste; 3ª rodada – Paraná x Figueirense. – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND

Com menos de dois meses de trabalho, Vinícius Eutrópio conquistou o primeiro título com o JEC; talvez a grande esperança do torcedor tricolor para, finalmente, dar início ao seu retorno aos andares mais condizentes com sua história. O JEC, em seu terceiro ano na 4ª divisão, renova mais uma vez a esperança de dias melhores. A tabela da Série D ainda não divulgada – Foto: Vitor Forcellini/JEC
6 7

Com menos de dois meses de trabalho, Vinícius Eutrópio conquistou o primeiro título com o JEC; talvez a grande esperança do torcedor tricolor para, finalmente, dar início ao seu retorno aos andares mais condizentes com sua história. O JEC, em seu terceiro ano na 4ª divisão, renova mais uma vez a esperança de dias melhores. A tabela da Série D ainda não divulgada – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Grupo de atletas do Marcílio Dias; Marinheiro, em 2020, ficou a uma vitória do acesso à Série C. Medida, nesta temporada, é, pelo menos, repetir a performance. Assim como o JEC, ainda aguarda o desmembramento da tabela de jogos da quarta divisão que deve acontecer só no segundo semestre. – Foto: Bruno Golembiewski/CNMD
7 7

Grupo de atletas do Marcílio Dias; Marinheiro, em 2020, ficou a uma vitória do acesso à Série C. Medida, nesta temporada, é, pelo menos, repetir a performance. Assim como o JEC, ainda aguarda o desmembramento da tabela de jogos da quarta divisão que deve acontecer só no segundo semestre. – Foto: Bruno Golembiewski/CNMD

+

Futebol Catarinense