Após polêmica com ex-companheiro, Cissé anuncia aposentadoria

Agora ex-atacante foi acusado de ter supostamente chantageado Valbuena, hoje no Lyon

Divulgação

O atacante Djibril Cissé, de 34 anos, anunciou sua aposentadoria dos campos na noite desta segunda-feira. Ele participava do programa de TV “J+1”, do canal “+Sport”, quando revelou a sua decisão, que pegou a todos de surpresa.

Durante o programa, Cissé assistiu a um vídeo do ex-treinador do Auxerre Guy Roux, que ficou no comando do time gaulês por mais de 40 anos (36 deles ininterruptos). Para o atacante, o comandante foi importante para a carreira. Logo depois, veio a confirmação oficial.

– Sim. Hoje eu não posso praticar futebol em alto nível, até mesmo em ligas menores.

Cissé começou a carreira no Auxerre, de Roux, onde ficou de 1998/1999 a 2003/2004, quando se transferiu para o Liverpool. Do time inglês, voltou a atuar no futebol francês e acertou com o Olympique de Marselha. Retornou por uma temporada para a Premier League e jogou no Sunderland. O atacante passou ainda por Panathinaikos, Lazio, QPR, Al-Gharafa, Kuban e Bastia. Ele estava no SJ Saint-Pierroise, da Ilha de Reunión, que não possui divisão e com quem assinou por um mês.

Pela seleção francesa, o jogador, que ficou conhecido pelo seu visual extravagante (cabelo raspado com um moicano e colorido e barba pintada), disputou 41 jogos e marcou nove gols, de 2002 a 2011.

POLÊMICA COM VALBUENA

Na semana passada, o atacante foi detido por ter supostamente chantageado o ex-companheiro Valbuena, com quem jogou no Marselha e na seleção francesa, com vídeos eróticos. No entanto, ele foi liberado no mesmo dia e negou as acusações, dizendo ter sido apenas um alerta ao meia do Lyon.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Internacional

Loading...