Atacante do Boca Juniors é denunciado por abuso sexual

Defesa da vítima solicitou a prisão preventiva de Cristian Pavón, alegando risco de obstrução de justiça e de o jogador deixar o país

O atacante do Boca Juniors, Cristian Pavón, foi denunciado por abuso sexual na Argentina e, agora, pode ser preso preventivamente em Buenos Aires. O pedido foi feito pela defesa de Gisela Doyle, que acusa o jogador  de tê-la assediado sexualmente em 2019.

Pavón jogando pelo LA GalaxyJogador da Argentina tem prisão solicitada por denúncia de abuso sexual – Foto: Reprodução/Instagram/ND

Após surgir como uma grande promessa no Boca Juniors, o atleta foi jogar no Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, clube que pretende comprar seu passe para tê-lo em definitivo.

Além disso, ele foi convocado para a Seleção da Argentina na Copa da Russia em 2018. Devido à iminente possibilidade de sua transferência, a defesa pediu à Justiça a prisão preventiva de Pavón.

“Existem veementes indícios de perigo de fuga ou de obstrução da investigação. (…) Tendo em conta as facilidades que o denunciado tem para abandonar o país, solicito a que se ordene de maneira imediata uma medida cautelar de proibição de sair do país”, afirma Luciano Bocco, advogado de defesa.

Caso o atacante consiga deixar a Argentina, a defesa de Gisela Doyle não descarta um pedido de extradição à Interpol.

+

Futebol Internacional