Caso de racismo une jogadores contra jornalista na Europa

Ansu Fati foi vítima de racismo em texto infeliz de colunista espanhol do jornal ABC, mas ganha apoio de companheiros e do Barcelona

O artigo escrito pelo colunista Salvador Sostres, colunista do jornal espanhol ABC, após a vitória do Barcelona sobre o Ferencváros, é o novo escândalo da imprensa esportiva europeia. De cunho claramente racista, Salvador Sostres descreveu a boa atuação do jovem Ansu Fati de maneira bizarra. Embora o jogador de 17 anos tenha se destacado ele comparou o jogador a um “vendedor ambulante negro aproveitando de sua velocidade para fugir da polícia”, algo nessa linha.

Jovem revelação do Barcelona, Ansu Fati foi vítima de racismo – Foto: Reprodução site do Barcelona

“Ansu correndo tem algo de gazela, de um camelô jovem e negro que, de repente, seria visto correndo pelo Paseo de Gracia (região de Barcelona) quando alguém grita: ‘Água, água!’, anunciando que a Guarda Urbana chegou”, escreveu o jornalista (jornalista?) Salvador Sostres. Em tempo: Ansu Fati foi um dos destaques da goleada por 5 a 1 do Barcelona, inclusive marcando um dos gols.

Leia também

Cristiano Ronaldo testa positivo de novo e adia novo confronto com Messi

Manchester City x Porto teve confronto a parte de caras e caretas entre Guardiola e Sérgio Conceição

De imediato, o francês Antoine Griezmann, companheiro de Ansu Fati, tomou as dores do jovem guineense naturalizado espanhol.

“Ansu é um menino excepcional que merece respeito como ser humano. Não ao racismo e não à má educação ”, disse Griezmann. As palavras de Salvador Sostres, no entanto, não vão ficar na esfera das críticas. O Barcelona estuda medidas legais para denunciar o colunista pelo que escreveu.

Assim, depois de Griezmann, o francês Ousmane Dembélé também se juntou às queixas contra o artigo racista, e compartilhou o tweet de Griezmann com seus seguidores anexando a hashtag #NoRacism.

+

Futebol Internacional