Casos de racismo mancham clássico válido pela Champions League

Nem tudo foi espetáculo no clássico Real Madrid x Liverpool, pois a partida teve dois casos de racismo envolvendo jogadores

O futebol europeu foi alvo de mais um episódio de racismo. Na verdade, fora dois casos. A derrota do Liverpool na Champions League para o Real Madrid (3-1), extrapolou o gramado. Especialmente para o clube inglês, que viu complicada sua permanência na competição, embora ainda tenha o jogo de volta. Mas, a questão é a que diz respeito a outro assunto: insultos raciais.

Leia também

De Bruyne define seu futuro na Inglaterra. Confira!

Usain Bolt opina sobre quem é melhor entre Cristiano Ronaldo e Messi

Nabi Keyta, do Liverpool, vítima de racismo. Casos se multiplicam na Europa – Foto: DivulgaçãoNabi Keyta, do Liverpool, vítima de racismo. Casos se multiplicam na Europa – Foto: Divulgação

Dois jogadores do Liverpool viraram alvo de ofensas, principalmente depois do resultado. Trent Alexander-Arnold e Naby Keita foram alvo de zombaria racial no Instagram. Em ambos os casos, eles receberam emojis de macacos. O Facebook, dono do Instagram, disse à Sky Sports News que está investigando o problema.

Em um tweet, o Liverpool lamentou e denunciou os incidentes.

“É inaceitável e tem que parar”, publicou o clube em seus perfis na rede. Acrescentou que “é trabalho de todos impedir que isso aconteça”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Internacional