Em meio à ameaças, UEFA anuncia novo formato para a Liga dos Campeões

UEFA ameaça punir clubes que aderirem novo torneio continental

A UEFA (Union of European Football Associations) aprovou esta segunda-feira (19), em reunião do Comitê Executivo, o novo modelo a ser adotado nas competições europeias de clubes a partir de 2024. A mudança ocorreu após a grande polêmica que se deu na noite de domingo (18), quando foi oficializada a criação da Superliga Europeia por 12 grandes clubes europeus, para boicotar decisões da UEFA.

O Comité Executivo da UEFA realizou a reunião nesta segunda-feira (19) – Foto: UEFA/Divulgação/NDO Comité Executivo da UEFA realizou a reunião nesta segunda-feira (19) – Foto: UEFA/Divulgação/ND

A Champions League vai mudar de tamanho: de 32 para 36 equipes participantes, sem a tradicional fase de grupos de oito chaves e quatro times. A competição passará a adotar um formato tradicional de liga, neste caso chamado de “modelo suíço”, ou o nosso conhecido, “pontos corridos”.

  • Cada time terá um mínimo de 10 jogos de liga (cinco em casa, cinco fora), contra 10 oponentes diferentes.
  • Os oito melhores classificados na fase inicial se garantirão diretamente no mata-mata.
  • Os times que terminarem entre a nona e a 24ª posição na tabela geral vão encarar um playoff.
  • Os 16 “sobreviventes” disputarão as oitavas de final.

Com as novas regras, a Liga dos Campeões passará a ter 225 jogos, ou seja, 100 a mais do que atualmente.

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, comentou o novo formato:

“Este novo formato apoia igualmente o estatuto e o futuro das competições nacionais em toda a Europa. Mantém o princípio de que o desempenho a nível nacional deve ser a chave para a qualificação e reafirma os princípios da solidariedade através de uma competição aberta.”

Aleksander Čeferin na reunião de segunda-feira do Comité Executivo da UEFA – Foto: UEFA/Divulgação/NDAleksander Čeferin na reunião de segunda-feira do Comité Executivo da UEFA – Foto: UEFA/Divulgação/ND

Ligas secundárias

A Liga Europa, a segunda competição mais prestigiada da UEFA, seguirá o mesmo formato da Liga dos Campeões, com o formato de pontos corridos e com o mínimo de oito partidas.
E na nova Europa Conference League, terceira competição da UEFA com o mínimo de seis partidas

A polêmica

A divulgação da criação da Superliga Europeia movimentou o cenário do futebol europeu na noite deste domingo. A competição foi idealizada e organizada por 12 grandes clubes da Europa.

A Superliga reúne clubes da Inglaterra, Espanha e Itália. São eles: Arsenal, Chelsea, Tottenham, Manchester United, Manchester City e Liverpool (Inglaterra); Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid (Espanha); Juventus, Milan, Internazionale de Milão (Itália).

O objetivo dos clubes idealizadores é de confrontar a UEFA, maior entidade do futebol europeu, fazendo frente à Liga dos Campeões da Europa, maior competição de clubes do mundo.

O novo campeonato prevê a participação de equipes fixas, com convidados menores e menos relevantes no cenário europeu e sem rebaixamento.

*Colaboração de Francisco Lund Junior.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Internacional

Loading...