Em virada épica, Real Madrid vence o City e vai à final da Liga dos Campeões

Real Madrid perdia a classificação até os 43 minutos do segundo tempo, quando virou a partida com dois gols do brasileiro Rodrygo

Épico, histórico, memorável, impressionante, improvável, incrível. Adjetivos não faltam para classificar a passagem do Real Madrid para a grande final da Liga dos Campeões da Europa.

Real Madrid vence o City e avança à final – Foto: JAVIER SORIANO / AFP/NDReal Madrid vence o City e avança à final – Foto: JAVIER SORIANO / AFP/ND

Após perder o jogo de ida na Inglaterra para o Manchester City por 4 a 3 e estar perdendo o jogo no Santiago Bernabeu por 1 a 0 até os 43 minutos do segundo tempo, a equipe espanhola conseguiu uma virada incrível com dois gols do brasileiro Rodrygo para levar o jogo para a prorrogação.

Logo no início do tempo extra, Benzema foi derrubado por Laporte e cobrou o pênalti decisivo para sacramentar o 3 a 1 no placar, 6 a 5 no agregado, para levar o gigante espanhol em busca do seu 14º título europeu.

Agora, o Real irá enfrentar o Liverpool, na grande final, que acontece no Stade de France, em Saint-Denis, no dia 28 de maio. Os Reds venceram o Villarreal, por 3 a 2, na última terça-feira (3). A soma das duas partidas ficou em 5 a 2, após vitória dos ingleses por 2 a 0 no jogo de ida.

O jogo

O primeiro tempo foi de poucas emoções no Santiago Bernabeu. Precisando do resultado, o Real Madrid esbarrava na forte defesa da equipe de Pep Guardiola e não conseguia ameaçar o gol rival.

Em noite apagada até então, a dupla Vinícius Júnior e Benzema não conseguia levar a melhor sobre a defesa inglesa.

O Real Madrid melhorou no segundo tempo e começou a pressionar o City, em especial após a entrada do brasileiro Rodrygo na vaga de Toni Kross.

No entanto, aos 27 minutos da segunda etapa veio um banho de água fria. Em conta-ataque muito bem armado, Bernardo Silva carregou pela faixa central, atraiu os zagueiros do Real Madrid e serviu Mahrez que, de primeira, marcou um golaço para aumentar ainda mais a vantagem do City.

Virada no fim

Com a vaga nas mãos, Guardiola optou por tirar Gabriel Jesus e o craque Kevin de Bruyne no time.

Porém, a camisa mais pesada da Europa voltou a “envergar o varal”. Aos 43 minutos do segundo tempo, Benzema fez grande jogada pela esquerda e Rodrygo completou para as redes.

Dois minutos depois, em uma atmosfera incrível, Carvajal cruzou e Rodrygo, de novo ele, foi no segundo andar para virar o jogo e levar a partida para a prorrogação.

Benzema decide

Com a partida indo para o tempo extra, o francês Benzema entrou em ação novamente. Logo aos três minutos ele foi derrubado por Laporte: pênalti para o Real Madrid.

O camisa 9 dos Merengues cobrou com categoria para marcar o gol decisivo.

O City ainda tentou pressionar e quase fez o segundo gol, que levaria a partida para os pênaltis. Em cruzamento na área, Foden desviou, Courtois fez grande defesa e, no rebote, Fernandinho finalizou para fora.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Internacional

Loading...