Conteúdo por Gazeta Esportiva

Ministro italiano deve ampliar banimento de esportes até o final de abril

Já nesta segunda-feira, o ministro de Esportes italiano, Vincenzo Spadafora, vai propor a extensão do banimento de todas as competições esportivas até o fim do mês de abril. De acordo com ele, em entrevista concedida ao jornal La Reppublica, a medida se faz necessária para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, uma vez que a Itália, epicentro da doença na Europa, já registrou mais de 10 mil mortes pela doença.

Vincenzo Sapadafora fará anuncio nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)

“Recomeçar partidas é irreal. Segunda-feira vou propor a extensão do banimento esportivo, em todos os níveis e tipos, durante todo o mês de abril”, comentou.

Por conta do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, Spadafora revelou que a suspensão dos treinamentos será para todos os esportes.

“Vou estender a medida aos centros de treinamentos e áreas onde nós não havíamos fechado porque havia a possibilidade de a disputa da Olimpíada permanecer neste ano”, completou.

Vincenzo também teceu críticas ao pensamento egoísta de alguns clubes e jogadores da elite do futebol italiano.

“Os grandes clubes vivem em uma bolha, além de suas possibilidades, começando pelo salários milionários dos jogadores. Eles precisam entender que nada será como antes depois desta crise”

O ministro ainda contou sobre a existência de um plano que pretende ajudar associações esportivas e clubes amadores. Para que isso aconteça, o governo italiano deve investir 446 milhões de euros, cerca de R$ 2,5 bilhões.

Até o momento, diversas ligas e provas esportivas – como, por exemplo, a Seria A, ligas de vôlei e Giro d’Italia – já foram canceladas ou adiadas.

+ Futebol Internacional