Conteúdo por Gazeta Esportiva

Palmeiras vai até a prorrogação, mas Chelsea leva Mundial de Clubes

Time brasileiro começou com vantagem, mas ingleses dominaram o campo e venceram de 2 a 1

Mais uma vez, não deu para o Palmeiras. O time brasileiro foi até a prorrogação da final do Mundial de Clubes contra o Chelsea, mas de última hora o time inglês fez o gol decisivo da partida. Neste sábado (12), o time comandado por Abel Ferreira foi derrotado por 2 a 1 pelo Chelsea, no Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Os ingleses abriram o placar com Lukaku, e o Palestra empatou com Raphael Veiga, de pênalti. Na prorrogação, Havertz fez mais um para os Blues.

Lukaku marcou o primeiro gol do Chelsea na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras – Foto: Giuseppe CACACE / AFP/NDLukaku marcou o primeiro gol do Chelsea na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras – Foto: Giuseppe CACACE / AFP/ND

Essa é a segunda derrota do Palmeiras na final do Mundial de Clubes da Fifa. Em 1999, foi derrotado pelo Manchester United, no Japão, por 1 a 0.

Apesar da superioridade técnica, o Chelsea não teve um amplo domínio no primeiro tempo. Mesmo com mais posse de bola, o time encarou uma linha defensiva bem montada por Abel. A chance mais clara da etapa inicial foi do Palmeiras, com Dudu entrando pela esquerda e finalizando para fora.

Na primeira chance do segundo tempo, o Chelsea ficou na frente do placar. Lukaku testou firme após cruzamento da esquerda, superando Luan pelo alto. Na sequência, o Palmeiras teve pênalti a seu favor, após Thiago Silva tocar com a mão na bola dentro da área. Veiga descolou Mendy na cobrança e converteu, deixando tudo igual.

O gol do título saiu aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação. Luan cometeu pênalti ao bloquear chute com o braço, e Havertz cobrou bem para dar a vitória ao Chelsea.

A delegação do Palestra embarcará de volta do Brasil ainda neste sábado. O voo, que é fretado e não terá escalas, tem previsão de saída de Abu Dhabi às 22h (horário de Brasília).

A primeira chegada foi do Chelsea, após cruzamento da esquerda. A bola sobrou para Azpilicueta, que tentou tocar para dentro, mas sem sucesso. O Palmeiras entrou com uma de seis defensores, com Scarpa e Rony marcando como alas.

Na sequência, Mount bateu falta pela direita para fora, sem grande perigo. O Palmeiras chegou pela primeira vez em cabeceio de Rony, que parou em Mendy. Na sequência, Dudu fez uma bela jogada pela esquerda, trouxe para dentro e finalizou de longe, mandando por cima do travessão.

O Verdão teve uma grande chance com Dudu. Em contra-ataque, Zé Rafael tocou para o camisa 7, que ajeitou, perdeu o tempo da jogada e finalizou cruzado, para fora. Depois de bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Lukaku, que tocou de primeira, mas Weverton pegou.

Antes do intervalo, Thiago Silva carregou pela intermediária e arriscou de muito longe. A bola veio forte, e Weverton teve que trabalhar. Em seguida, Rudiger cabeceou na segunda trave após escanteio da esquerda, mandando para fora.

Segundo tempo

Aos nove minutos, o Chelsea abriu o placar. Hudson-Odoi recebeu pela esquerda e cruzou com precisão na cabeça de Lukaku. O centroavante belga ganhou no alto de Luan e testou no ângulo para marcar.

Logo em seguida, os ingleses quase ampliaram. Pulisic recebeu pela esquerda, trouxe para dentro e finalizou forte, à direita do gol. Aos 16 minutos, Thiago Silva cometeu pênalti ao saltar na área e desviar a bola com a mão. A infração foi assinalada após o árbitro checar na cabine do VAR. Na cobrança, Veiga mandou no canto esquerdo, sem chance para Mendy.

O Chelsea respondeu com Havertz, que aproveitou bobeira da zaga e finalizou forte no ar, para fora. Veiga voltou a chutar a gol, arriscando de fora da área e acertando Mendy no meio da meta.

O Chelsea levou perigo novamente, dessa vez com Pulisic. Lukaku ajeitou para o estadunidense na entrada da área, que finalizou à direita. Na última finalização do tempo normal, Kovacic pegou mal e mandou muito acima do travessão.

Prorrogação

O Chelsea quase voltou a ficar à frente no retorno do intervalo. Após cruzamento rasteiro da esquerda, a bola foi tocada contra a meta e parou na trave. No segundo tempo, os ingleses voltaram a assustar depois de cruzamento pela direita. A bola foi desviada por Marcos Rocha e passou próxima à trave.

Aos nove minutos do segundo tempo da prorrogação, Luan cometeu pênalti após bloquear a bola com o braço dentro da área. Na cobrança, Havertz deslocou Weverton e fez o segundo pro Chelsea. Ainda deu tempo de Luan ser expulso, cometendo falta dura em Havertz.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Internacional

Loading...