Sem investidor, Parma confirma falência e para na Série D do Italiano

Fundo do poço: clube não conseguiu encontrar um comprador para se livrar da queda

Divulgação

O drama do Parma não tem fim. Nesta segunda-feira, o clube confirmou a falência e, com isso, terá de jogar a Quarta Divisão do Campeonato Italiano a partir da próxima temporada. Em campo, o time foi rebaixado na Série A do Calcio, terminando na última colocação, com apenas 19 pontos em 38 compromissos.

– Não há ofertas pelos direitos esportivos do clube. Estamos tomando as providências necessárias para anunciarmos, diante do juiz, nosso processo de falência – afirma um comunicado oficial no site do Parma.

Próximo do fundo do poço, o Parma ainda tentou encontrar um investidor neste ano. Mas nenhum comprador se arriscou a assumir as dívidas do clube e tomar a dianteira diante da crise. A grande esperança era Mike Piazza, ex-jogador da Major League Baseball, que chegou a mostrar interesse, porém, acabou desistindo da empreitada.

[[GAL:LANPGL20150212_0005]]

O Parma é um clube antigo na Itália, mas nunca conquistou muitos títulos. Até a década de 1990, quando teve uma forte parceria com a Parmalat, a mesma que investiu no Palmeiras na mesma época. O time teve astros como Buffon, Cannavaro, Fernando Couto, Zola, Asprilla, Brolin, Crespo, Thuram, Verón, Taffarel e tantos outros. Levou três vezes a Copa da Itália, e foi vice-campeão italiano em 1996/97. Além de conquistar duas Copas Uefa (atual Liga Europa).

No entanto, a companhia faliu, e o investimento no clube acabou, assim como aconteceu com o Palmeiras. Mas diferentemente do time paulista, o Parma não conseguiu se erguer e se dissolveu em 2004. Meses depois reabriu e voltou para a elite. De lá para cá já caiu e voltou, foi comprado duas vezes pelo valor simbólico de 1 euro (R$ 3,50), e agora a situação parece insustentável.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Internacional

Loading...