Conteúdo por Gazeta Esportiva

Senegal bate Tunísia na prorrogação e é finalista da Copa das Nações Africanas

Não foi fácil, mas o Senegal derrotou a Tunísia neste domingo e se classificou para a final da Copa das Nações Africanas, disputada no Egito. Após empate sem gols no tempo normal, os senegaleses contaram com um vacilo defensivo da equipe do norte da África para vencer por 1 a 0 na prorrogação.

Agora, a equipe do astro do Liverpool Sadio Mané aguarda o vencedor entre Argélia e Nigéria, que se enfrentam neste domingo às 16h (horário de Brasília), para conhecer seu adversário na decisão do torneio continental, que acontece na próxima sexta-feira. O Senegal busca uma conquista inédita na Copa das Nações Africanas, o melhor resultado do país foi um vice-campeonato em 2002.

Em partida equilibrada tanto em posse de bola, quanto em chance criadas, as duas equipes tiveram grandes chances para abrir o placar em cobranças de pênalti. Aos 30 minutos, após o defensor do Napoli Koulibaly bloquear chute com o braço, Sassi partiu para cobrança mas bateu fraco para fácil defesa no canto direito do goleiro Gomis.

Quatro minutos depois, foi a vez dos senegaleses terem a chance, em pênalti assinalado após falta do defensor Dylan Bronn dentro da área. Na cobrança, porém, Henri Saivet bateu no canto esquerdo do goleiro Hassen, que fez grande defesa.

Na prorrogação, porém, Hassen comprometeu a classificação da equipe da Tunísia. Após cobrança de falta lateral, Hassen saiu de forma espalhafatosa e não conseguiu cortar a bola com sucesso. A redonda foi na direção de Bronn, que não conseguiu evitar o gol contra. Os tunisianos ainda tiveram mais uma penalidade assinalada no 2º tempo da prorrogação, mas, após consulta ao VAR, a marcação foi revertida.

+

Futebol Internacional