Conteúdo por Gazeta Esportiva

Em treino fechado, Tricolor encerra preparação para estreia na Libertadores

O São Paulo encerrou nesta quarta-feira sua preparação para a estreia na Copa Libertadores, contra o Binacional, quinta, às 21h (de Brasília), no estádio Guillermo Briceño, em Juliaca, no Peru. Com portões fechados, o técnico Fernando Diniz realizou os últimos ajustes para o jogo mais esperado da temporada até aqui.

Mantendo o mistério, proibindo a entrada da imprensa no CT da Barra Funda na véspera do duelo, a comissão técnica tricolor promoveu um treino tático que buscou corrigir alguns erros demonstrados na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, no último domingo, além de aprimorar pontos positivos produzidos pelo time.

Outra questão tratada com prioridade por Fernando Diniz e seus auxiliares foram as bolas paradas. Os atletas trabalharam tanto as jogadas aéreas ofensivas quanto as defensivas, em faltas e escanteios, buscando evitar surpresas na altitude.

Vale lembrar que nesta semana os goleiros são-paulinos treinaram com diferentes tipos de bola para se adaptarem aos efeitos da altitude. Na última terça-feira, por exemplo, o preparador de goleiros, Marco Antônio Trocourt, finalizou a gol diversas vezes com bolas de vôlei, já que a 3800m acima do nível do mar a bola tende a ficar mais leve.

O São Paulo seguiu para o aeroporto de Guarulhos logo após o treinamento desta quarta-feira. O time deve desembarcar em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, no fim da tarde e só chegará a Juliaca, no Peru, no dia do jogo, afim de reduzir os efeitos da altitude.