Governo Federal ainda não deu aval para realização da Copa América no Brasil

Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, caso seja liberada a realização do torneio, não haverá público nos estádios

O ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse no final da tarde desta segunda-feira (31) que o governo federal ainda não deu o aval para a realização da Copa América 2021 no Brasil.

Realização da Copa América 2021 no Brasil depende de aval do Governo Federal  – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/NDRealização da Copa América 2021 no Brasil depende de aval do Governo Federal  – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/ND

Após reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro, ministros e representante da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ramos afirmou que, caso seja liberado, o evento não terá público, deverá reunir 10 times, com 65 pessoas de cada delegação vacinadas.

A sedes serão de responsabilidade da CBF e os Estados serão consultados se concordam ou não em receber os jogos. Segundo o ministro, a demanda sobre a realização do torneio foi feita pela CBF, via Conmebol.

“É importante destacar que não terá público e todos os envolvidos estarão vacinado”, afirma Ramos.

“O Campeonato Brasileiro, que envolve 20 times na série A e 20 da série B, está acontecendo no Brasil. O anúncio foi muito criticado por governadores, mas estamos no meio do processo. Estamos verificando detalhes e amanhã teremos posição final”, conclui o ministro.

Participaram da reunião também os ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Braga Netto (Defesa), Carlos Alberto França (Relações Exteriores), Anderson Torres (Justiça), João Roma (Cidadania), Marcelo Queiroga (Saúde), André Luiz de Almeida (AGU), além de Marcelo Reis Magalhães, secretário Especial do Esporte, Paulo Maiurino, diretor-geral da Polícia Federal, Silvinei Vasques, diretor da Polícia Rodoviária Federal, e Walter Feldman, secretário-geral da CBF.

Na pauta, foram discutidos critérios que garantam a segurança sanitária durante o torneio. A Conmebol, que organiza o campeonato, escolheu o Brasil para sediar o evento após a desistência de outros países por causa da pandemia de Coronavírus.

A competição, que inicialmente seria disputada na Colômbia e na Argentina, e depois apenas na Argentina, chegou a ser cancelada por causa da pandemia de Covid-19 e dos protestos políticos que estão ocorrendo no país colombiano. O anúncio de que seria no Brasil se deu nesta segunda.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Sul-americano