Conteúdo por Gazeta Esportiva

Há oito anos, Santos aplicava goleada histórica pela Libertadores

Há exatamente oito anos, o Santos aplicava uma das maiores goleadas da história da Libertadores. No dia 10 de maio de 2012, o Peixe venceu o Bolívar por 8 a 0, na Vila Belmiro, pelas oitavas de final da competição. Nas redes sociais, o perfil oficial do torneio relembrou a memorável noite.

Após um jogo duro na Bolívia, que terminou com uma derrota santista por 2 a 1, os brasileiros responderam ao jogar em seus domínios. Logo aos cinco minutos, Elano abriu o placar com um belo chute de fora da área. O segundo gol saiu aos vinte minutos, com Neymar batendo pênalti. Aos 27, Ganso, de letra, fez o terceiro. Um minuto depois, já veio o quarto, após arrancada de Alan Kardec. Aos 36, Neymar balançou as redes de novo e fechou a conta do primeiro tempo.

Na segunda etapa, Elano voltou a marcar logo aos cinco minutos para ampliar a vantagem. O sétimo partiu dos pés de Ganso, cobrando falta, e o oitavo, que deu números finais a partida, foi de Borges.

Com este placar, além de se classificar às quartas de final, o Santos também entrou para história da Libertadores ao aplicar a sétima maior goleada da competição. A maior pertence ao Peñarol, que bateu o Valencia, da Venezuela por 11 a 2, em 1970.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...