Seleção Brasileira terá três desfalques para enfrentar o Equador nesta sexta-feira

Dois atletas ficam de fora por conta de lesão e Douglas Luiz está suspenso; novidade fica por conta da entrada de Gabriel Barbosa entre os titulares

A Seleção Brasileira entra em campo nesta sexta-feira (4) contra o Equador pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. O técnico Tite terá o desfalque de três atletas e a novidade deve ficar por conta da entrada de Gabriel Barbosa, o Gabigol, entre os titulares.

Seleção Brasileira terá três desfalques para enfrentar o Equador nesta sexta-feira – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/NDSeleção Brasileira terá três desfalques para enfrentar o Equador nesta sexta-feira – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/ND

No treino realizado na última quinta-feira (3), no Beira-Rio, Tite encaminhou a equipe, com Casemiro como capitão. A equipe deve ir a campo com Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabigol.

Entre os desfalques, está o meia Everton Ribeiro que está com dores no músculo posterior da coxa direita fica de fora do jogo. Outro que não está relacionado é o zagueiro Thiago Silva, que se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda.  O volante Douglas Luiz está suspenso.

“É um desafio nosso manter o padrão de desempenho individual e coletivo depois de tanto tempo sem jogar. Os desfalques aumentam esse desafio. Precisamos ser efetivos no ataque e sólidos na defesa. É isso que a gente busca”, disse o técnico Tite em entrevista coletiva ontem (3) à noite.

Ampla vantagem no confronto

O retrospecto do confronto entre Brasil e Equador aponta uma grande vantagem para a Seleção. Este será o 33º jogo na história do confronto, que tem 26 vitórias do Brasil, quatro empates e apenas dois triunfos do Equador.

Ao todo, foram 94 gols marcados pela Seleção Brasileira e apenas 22 sofridos. Atualmente, o Brasil ostenta uma invencibilidade de mais de 17 anos perante os equatorianos.

A última vitória do Equador no confronto foi em 2004, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006. Na ocasião, La Tricolor derrotou o Brasil por 1 a 0 no Olímpico Atahualpa, em Quito.

O último confronto entre as duas seleções foi em 2017. Na Arena do Grêmio, o Brasil venceu o Equador por 2 a 0, com gols de Paulinho e Philippe Coutinho. Aquela foi a primeira vez que o confronto foi disputado em Porto Alegre, que receberá o duelo desta sexta.

Antes disso, também pelas Eliminatórias da Copa de 2018, a Seleção Brasileira foi até Quito e superou os donos da casa por 3 a 0, com gols de Gabriel Jesus (dois) e Neymar. Aquela partida marcou a estreia do técnico Tite no comando da Seleção Brasileira.

O Brasil lidera a classificação, com 100% de aproveitamento. O jogo começa às 21h30, no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, com transmissão ao vivo da Rádio Nacional.

A cobertura esportiva, a partir das 21h, terá narração de Rodrigo Campos, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rodrigo Ricardo e plantão de notícias com Luiz Ferreira.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Sul-americano