Conteúdo por Gazeta Esportiva

Apesar de receio antes de jogar, Rivaldinho fica contente com retorno na Romênia

Depois de três meses com atividades paralisadas por conta da pandemia do coronavírus, o Campeonato Romeno retornou neste final de semana. O meia Rivaldinho, filho do pentacampeão mundial, que defende o Viitoril, voltou aos gramados neste domingo, na vitória de sua equipe por 2 a 1 sobre o FC Politehnica Iași.

O brasileiro não esconde que estava com uma série de dúvidas em relação a sua forma física na primeira partida após o final da paralisação, porém avalia positivamente sua performance no triunfo de seu time. O Viitoril é comandado por Gheorghe Hagi, lenda do futebol romeno.

“É muito difícil voltar a jogar depois de três meses, você ainda fica com aquele receio, se vai aguentar, se não vai se machucar. Querendo ou não, essas coisas passam pela cabeça do jogador.  Mas foi tudo tranquilo, não esperava que eu conseguisse atuar tanto, joguei 77 minutos bem, em alta intensidade. Fico feliz por ter jogado e, principalmente, por ter vencido. É estranha a sensação de jogar com o estádio vazio, sem aquele protocolo antes dos jogos, com o hino e contato com os adversários. É um pouco estranho, o futebol mudou nessa questão”, afirmou o meia-atacante.

A equipe de Rivaldinho está disputando o playout, a segunda fase do campeonato nacional. Os clubes que terminaram a parte inicial da competição na metade de baixo da tabela jogam entre si para definir quem serão os rebaixados e quais times permanecerão na elite.

“Pouco a pouco, acredito que o futebol voltará ao normal, nossas vidas voltarão ao normal, que é o mais importante. Em primeiro lugar está a saúde. É importante recomeçar o campeonato vencendo, vamos nos distanciando, já estamos com sete pontos para o segundo. Como estamos jogando o playout, nosso objetivo agora é terminar em primeiro e se livrar do rebaixamento o mais rápido possível”, finalizou o brasileiro.

+ Futebol