Conteúdo por Gazeta Esportiva

Cássio analisa sistema de Tiago Nunes no Corinthians e cobra melhora após paralisação

O início de trabalho de Tiago Nunes no Corinthians ainda não agradou a Fiel. Sem conseguir brilhar na fase ofensiva, a equipe ainda se vê vulnerável na defesa em alguns momentos. Em entrevista publicada no canal oficial do clube na última quinta-feira, o goleiro Cássio analisou a mudança de estilo em relação ao último ano.

“Temos que nos adaptar para isso. Se pegar os números do ano passado, estamos fazendo mais gols. Não temos que nos apegar a isso, se vier 20 ou 30 bolas, não podemos tomar o gol. Não tomando gol, nós ficamos mais próximos de fazer, um, dois ou três e vencer o jogo. Se estamos mais expostos, precisamos nos preparar”, analisou.

Os resultados ruins até então caíram sobre o treinador corintiano, que antes da paralisação dos campeonatos já sofria com duras críticas. Cássio, entretanto, pediu união para que o time dê a volta por cima quando as competições voltarem.

“Não é momento de achar culpado pelo Corinthians não estar ganhando, é o conjunto. Temos que nos ajudar e evoluir. Lá atrás, é não tomar gols para ajudar o meio e o ataque. Estou muito confiante que na volta a gente vai melhorar, ter um crescimento e teremos ótimos resultados na volta”

Apesar do otimismo, o goleiro do Timão também fez críticas ao desempenho apresentado pela equipe nas primeiras 12 partidas da temporada. Ele admitiu que a preocupação em conquistar os pontos estará acima de jogar bonito quando a bola voltar a rolar.

“Temos um grupo muito qualificado, que tem condições de brigar entre os primeiros e um grande treinador. Mas claro que isso não conta se a gente não conseguir resultados. Na volta, o torcedor não vai querer nem jogo bonito. Vai querer resultados. Equipe nós temos, estrutura também, então temos que colocar em prática. O que a gente tem feito é muito pouco para o tamanho do Corinthians”, criticou o experiente goleiro.

Na primeira parte desta temporada afetada pela pandemia, o Corinthians foi eliminado de maneira precoce na fase preliminar da Libertadores e tem sofrido no Campeonato Paulista. Com duas rodadas restantes na fase de grupos, o Timão figura na terceira colocação do Grupo D com 12 pontos, a quatro do Guarani, vice-colocado. A equipe ainda corre risco até de rebaixamento.

+ Futebol