CBF anuncia criação de linha de crédito de R$ 100 milhões para clubes da Série A

Valores correspondem a direitos de transmissão e premiação pelo desempenho esportivo; clubes da segunda divisão nacional receberão R$ 15 milhões

A CBF anunciou nesta segunda-feira (8) a criação de uma linha de crédito de R$ 100 milhões para os clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro, a juro zero. Além disso, também liberou então um aporte financeiro de R$ 15 milhões ao times da segunda divisão nacional.

CBF vai disponibilizar valores para os clubes de futebol da Série A e Série B como compensação devido à perda de receitas – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/divulgaçãoCBF vai disponibilizar valores para os clubes de futebol da Série A e Série B como compensação devido à perda de receitas – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/divulgação

De acordo com a CBF, a linha de crédito aos 20 times da elite nacional – R$ 5 milhões para cada – terá como garantia os valores a serem repassados aos clubes pelos direitos de transmissão do torneio, além da premiação pelo desempenho esportivo. E assim o repasse será imediato aos interessados.

Leia também:

“A CBF vai disponibilizar aos Clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro uma linha de crédito total de até R$ 100 milhões de reais, a juro zero. Os recursos serão concedidos tendo como garantia os valores a receber pelos clubes referentes ao contratos de direitos de transmissão das competições que disputam e prêmios por desempenho nesses campeonatos. Os valores sairão integralmente do caixa da CBF, de forma imediata”, diz.

Perda de receitas dos clubes

Dessa forma, de acordo com a CBF, a ação é compensatória em função da perda de receitas pelos clubes desde a paralisação do calendário esportivo, em março, por causa da pandemia do coronavírus, o que inclui direitos de transmissão pelos torneios, bilheteria, programas de sócio-torcedor e patrocínios.

“A CBF sabe que os clubes são a base de toda a indústria do futebol e que eles têm sofrido grandes impactos com a paralisação das competições provocada pela epidemia de Covid-19”, disse o presidente da entidade, Rogério Caboclo. “Por isso, temos procurado todas as formas de apoiar os clubes nesse momento difícil”, completa. “Não basta que voltem as competições. Precisamos de clubes capazes de retornar a elas de forma competente”, então acrescentou.

O valor disponibilizado aos participantes da Série B é relativo aos contratos para transmissão do torneio. E também não incidirá juros sobre ele. A entidade destaque que já havia realizado outro repasse aos 20 clubes da segunda divisão nacional.

“A CBF já havia feito outro adiantamento de pagamento de direitos de transmissão aos clubes da Série B, no valor de R$ 11,4 milhões. Assim, os valores antecipados aos participantes da competição signatários do contrato já chegam a R$ 26,4 milhões de reais”, acrescenta em nota oficial.

Antes, em abril, a CBF tinha destinado R$ 19 milhões, como doação, para os clubes que disputam as Séries C e D do Campeonato Brasileiro Masculino e as Séries A1 e A2 do Brasileiro Feminino, apoiando 140 clubes.

Também destinou R$ 3,2 milhões para as federações estaduais. E ainda adiantou o pagamento de duas taxas de arbitragem aos árbitros do quadro nacional, em um total de R$ 1,8 milhão. Além disso, isentou por tempo indeterminado o pagamento de taxas de registro e transferência de atletas. Assim, a confederação calcula ter ajudado o futebol nacional com quase R$ 155 milhões.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Futebol