Clássico equilibrado

Anderson Miranda, estatístico do JEC, envia dados interessantes sobre o confronto entre JEC e Criciúma à coluna. Ao todo, os Tricolores do Norte e Sul do Estado já se enfrentaram 177 vezes, com ligeira vantagem para o Coelho. Foram 61 vitórias, 59 empates e 57 derrotas. Jogando no Heriberto Hülse, foram 87 partidas, com 16 vitórias, 23 empates e 48 derrotas. Nada de anormal, se considerar o fator casa. Pelo Catarinense, o time do Norte não vence lá desde 2009, quando bateu o Tigre pelo placar de 2 a 1 com gols de Marcelo Silva e Rogério Souza. Apesar da vitória, na época, o Tricolor ficou sem a vaga na Série D porque na Ressacada o Avaí perdeu para a Chapecoense por 1 a 0. O tempo passa, não é? Tudo bem que o JEC não vence lá há seis anos, mas olha a evolução da equipe. De um time sem divisão à Série A. Números, histórias, nada disso entrará em campo na quarta (18) quando novamente as equipes se enfrentarem. Pressionado, o Criciúma precisa vencer depois da vexatória derrota em casa para o Metrô. Já a equipe de Maria precisa apresentar um futebol mais convincente que dos últimos jogos. Um clássico com todos os ingredientes, mas com uma boa diferença. O time de Série A, agora, é outro!

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...