Conteúdo por Gazeta Esportiva

Com redução de voos, Santos adota “bom senso” para volta do elenco

O Santos adota “bom senso” para a volta do elenco. A ideia é fazer os testes de Covid-19 na próxima semana e apresentar um plano gradual de treinamentos.

Enquanto aguarda a liberação das autoridades, o Peixe conversa com os jogadores sobre o retorno. Vários não estão na Baixada Santista ou em São Paulo e encontram dificuldade para voos.

O departamento de futebol tranquiliza os atletas e tenta ajudar na logística. Não haverá multa diante de possíveis atrasos, com acompanhamento diário para as viagens.

O capitão Carlos Sánchez, por exemplo, está no Uruguai e conseguiu passagem apenas para o dia 20. Outros jogadores como Felipe Jonatan (Fortaleza) e Marinho (Salvador) estão distantes.

Um caso curioso é do goleiro João Paulo. Ele está em Dourados, no Mato Grosso do Sul, e deve voltar de carro – são 15 horas de viagem.

O técnico Jesualdo Ferreira, em contrapartida, está em Santos desde a paralisação. Sua esposa Zulmira foi para Portugal, mas ele continuou no apartamento onde mora depois de precisar sair de um hotel por causa do coronavírus.

A última partida do Peixe ocorreu em 14 de março, na derrota por 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

+ Futebol