Conteúdo por Gazeta Esportiva

Duílio detalha proposta por Michael e garante que Corinthians não aumentará oferta

A novela envolvendo o interesse do Corinthians pelo Michael persiste e não tem data para terminar. Nesta segunda-feira, o diretor de futebol do clube, Duílio Monteiro Alves, deu detalhes sobre a proposta que está na mesa do Goiás.

O dirigente concedeu entrevista após a apresentação de Tiago Nunes, no CT Joaquim Grava. Duílio garante que o Timão não entrará em leilão na tentativa de contratar Michael. O executivo afirma que o Alvinegro chegou ao seu limite e, portanto, não aumentará a oferta.

“Fizemos uma proposta para pagar o valor proporcional à multa, não compraríamos os 75% do Goiás, mas os 50% por 5 milhões de euros. E oferecemos alguns atletas que pudessem interessar para a gente comprar mais percentual, 10%, ou 15%, até 25%. Tivemos uma negativa e paramos aí. A gente aguarda, entendemos que já é um valor alto, queremos tê-lo aqui, mas é preciso ter limite”, afirmou o dirigente.

Proposta do Corinthians é de 5 milhões de euros por 50% dos direitos de Michael (Foto: Divulgação/Goiás)

Depois do diretor de futebol do Goiás revelar que o clube já recebeu propostas mais altas do que a do Corinthians, Duílio disse que o Timão tem o conhecimento dos valores oferecidos por outras equipes. O diretor prefere adotar uma postura de paciência, no aguardo de uma resposta do Esmeraldino.

“Tem diversos clubes interessados, propostas maiores, mas não vamos aumentar esse número. Se o Goiás quiser vender para outro, paciência. A proposta era válida até o fim de dezembro, mas ainda temos interesse no jogador. Mas parte do Goiás se quiser fazer o negócio”, completou.

Corinthians tem plano B

Depois de discorrer sobre a negociação com Michael, Duílio revelou que o Corinthians tem outros atacantes no radar. Inclusive, o diretor afirmou que o Timão já realizou consultas a algumas alternativas ao jogador do Goiás.

“Existem outros atletas que a gente olha, fizemos algumas sondagens, viramos que não era viável, outros a gente conversa. Existem outras opções que a gente trabalha forte, não podemos ficar esperando. Mas não dá para garantir que vai acontecer até sexta ou sábado”, finalizou.