Conteúdo por Gazeta Esportiva

Duílio e Tiago Nunes explicam saída de Gustavo do Corinthians para o Inter

Gustavo jogará no Internacional. O centroavante já se despediu do Timão para concluir a transferência por empréstimo. Depois do clássico com o São Paulo, Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol corintiano, explicou o motivo da saída do atleta.

“Apareceu a chance de ele ir para outro clube e entendemos que tínhamos um elenco montado para participar de Libertadores e outras competições na sequência. Com a eliminação, infelizmente, vimos que era possível liberá-lo. Isso foi feito depois de uma conversa com o treinador. Até por já ter um elenco montado, com o Yony podendo fazer a função, também”, comentou o dirigente, evitando apontar de quem foi a iniciativa para que o negócio fosse feito.

Gustavo tem contrato com o Corinthians até o fim de 2022

“Não tem isso de partir do jogador ou não. Chegou a possibilidade e era interessante para ele. O Corinthians entendeu que seria interessante para o clube, também”.

Pouco antes, em entrevista coletiva, Tiago Nunes admitiu ter participado da decisão e também deu sua justificativa para concordar com a liberação do atleta, que inclusive foi aposta do técnico no segundo tempo da partida contra o Guaraní, quarta-feira, pela Libertadores.

“Sobre o Gustavo. Temos três jogadores de referência, os três diferentes. Enxergava o Gustavo para uma característica bem específica, de cruzamento, de bola aérea. Até pela saída da competição sul-americana, optamos por liberá-lo. Temos a certeza de que os jogadores que estão aqui podem dar conta do recado mais próximos da característica que a gente deseja. Um jogo mais de aproximação, presença de área, mas com movimento. E não um jogador tão fixo. Sobre buscar outro, vou conversar com presidente e Duílio pra ver se eles abrem o bolso pra gente”.