Conteúdo por Gazeta Esportiva

Duílio explica Ralf fora do Corinthians e revela chateação do volante

Duílio afirma que Ralf ficou chateado por não se reapresentar com o grupo

Depois de toda a polêmica envolvendo a saída de Ralf do Corinthians, o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves falou sobre as circunstâncias que levaram a despedida do experiente volante do Timão.

O dirigente garante que Ralf não será utilizado em 2020 pois não se encaixa no modelo de jogo que Tiago Nunes pretende implementar no Corinthians. Além disso, Duílio revela que o volante foi comunicado ainda em dezembro que não seria reintegrado.

“Ralf, em primeiro lugar, é um amigo particular, trabalhamos juntos desde 2009 e 2010. Quando voltei ao futebol agora, trouxemos ele novamente. Ele é incrível, história maravilhosa. Acho que tem futebol pela frente. A característica dele não se encaixa ao estilo do Corinthians”, afirmou Duílio à Band.

“Ralf foi avisado em dezembro que pela características não pretendia utilizá-lo. As verdades precisam ser passadas, mesmo que às vezes possam doer”, completou.

Duílio não esconde que Ralf ficou incomodado por não participar da pré-temporada com o elenco. No entanto, o diretor reitera que o jogador não foi avisado de última hora.

“Teve um chateamento de não se apresentar com resto do grupo, mas jamais falaríamos um dia antes da apresentação. Isso não aconteceu. A vida segue, futebol É dinâmico”, finalizou.

Pelo Corinthians, Ralf disputou 420 partidas e marcou dez gols. O volante foi campeão da Libertadores e do Mundial, em 2012, além de ter conquistado bicampeonato brasileiro (2011 e 2015) e o tricampeonato paulista (2013, 2018 e 2019).

+

Futebol