Em jogo ‘subaquático’, Equador vence a Bolívia pelas Eliminatórias

Bolaños e Caicedo, na reta final do segundo tempo, marcam os gols da seleção que lidera a corrida rumo à Rússia, com 100% de aproveitamento

Divulgação

Depois da façanha de vencer a Argentina, o Equador prevaleceu dentro de casa e fez a segunda vítima nas Eliminatórias para a Copa-2018. A seleção equatoriana penou, pressionou e derrotou a Bolívia por 2 a 0, nesta terça-feira, em Quito. Miller Bolaños e Caicedo, de pênalti, fizeram os gols em um confronto que estava cascudo para o Equador até a abertura do placar.

A seleção dirigida por Gustavo Quinteros chegou aos seis pontos alcançados na rota rumo à Rússia. A Bolívia segue zerada. Em novembro, O Equador volta a jogar em casa pelas Eliminatórias, recebendo o Uruguai. Já os bolivianos vão encarar a Venezuela.

O jogo foi marcado – ou inundado – pelo temporal que caiu em Quito. O árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci liberou o começo da partida, e o primeiro tempo foi todo disputado em meio a diversas piscinas espalhadas pelo gramado. Apesar do aguaceiro, a bola surpreendentemente até correu além do esperado, tomando como base a aparência do campo.

Apesar do maior domínio do jogo, ficando mais com a bola, o Equador não conseguiu sufocar a Bolívia o suficiente na etapa inicial e levou um susto quando os bolivianos chegaram a colocar uma bola na trave em cobrança de falta executada por Campos.

No segundo tempo, depois de um trabalho intensivo de secagem no intervalo, o gramado melhorou muito. As poças quase sumiram. O Equador, que tinha abusado dos cruzamentos na etapa inicial, continuou a pressão. Só que conseguiu tocar mais a bola. E foi em uma triangulação, com passe por cima da defesa, que Bolaños ficou na cara de Vaca e mandou para o brejo as pretensões da Bolívia.

No último minuto de jogo, Caicedo, o Felipao, caiu na área. Deu tempo para Sandro Meira Ricci marcar pênalti e o próprio atacante converter, fechando o placar em 2 a 0.

EQUADOR 2 X 0 BOLÍVIA
Local: Estádio Atahualpa, em Quito (EQU)
Data/Hora: 13/10/2015, às 18h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse.
Cartões amarelos: Achilier (EQU); Eguino, Morales, Zenteno (BOL)
Gols: Bolaños, 35’/2ºT (1-0); Caicedo, 49’/2ºT (2-0)

EQUADOR: Domínguez; Paredes (Fidel Martinez, 30’/2ºT), Achilier (Mina, 15’/2ºT), Erazo e Ayoví; Quiñónez (Cazares, intervalo), Noboa, Montero e Valencia; Caicedo e Bolaños. Técnico: Gustavo Quinteros.

BOLÍVIA: Vaca; Zampiery, Eguino, Zenteno, Marteli e Morales; Flores, Galindo (Melean, 18’/2ºT) e Veizaga; Campos e Duk (Álvarez, 38’/2ºT). Técnico: Julio Baldivieso.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol

Loading...