Conteúdo por Gazeta Esportiva

Felipe Conceição elenca vantagens do RB Bragantino: filosofia, estabilidade e pouca política

Felipe Conceição exalta o Know-how do RB Bragantino

Depois de perder Antônio Carlos Zago para o futebol japonês, o Red Bull Bragantino realizou um processo meticuloso para escolher seu novo treinador. Felipe Conceição, à época no América-MG, foi o selecionado após o clube consultar uma série de nomes e comanda a equipe de Bragança Paulista desde então.

Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, Felipe Conceição comentou sobre as peculiarizardes de se trabalhar em um clube-empresa. Na opinião do treinador, o RB Bragantino oferece vantagens ao profissional do futebol que não podem ser encontradas nas instituições mais tradicionais do Brasil.

“O clube-empresa, principalmente no nosso caso, tem um know-how trabalhado em outros clubes, em um grande centro como a Alemanha, através do Leipzig, e do Salzburg, que disputa ligas na Europa. Então, a gente está dentro de um clube que te dá essa sustentação da filosofia, de estabilidade financeira. É um clube que tem metas e objetivos a médio e longo prazo, dá essa estabilidade para o treinador construir algo sólido. Sabe o que quer e onde quer chegar, investindo para isso. Minimiza muito a questão política, praticamente não tem no cenário do clube-empresa”, afirmou Felipe Conceição.

“Tudo isso traz uma tranquilidade, o treinador pensa só em questões de campo e da equipe, isso é muito bom. Essas são as principais diferenças para a maioria dos clubes do Brasil, onde a política influencia muito, com problemas financeiros, problemas na estabilidade do cargo. A gente vê essa diferença e está muito feliz de participar desse projeto”, completou.

Felipe Conceição não esconde que está contente por seu momento profissional. O técnico revela que ser escolhido pelo RB Bragantino após um processo seletivo criterioso foi um motivo de grande felicidade.

“Quem não gosta de ser reconhecido por aquilo que faz? Qualquer profissional em qualquer área, seja repórter, médico, quer ser reconhecido e crescer na carreira. Ser escolhido depois de ser sabatinado dentro de um processo com outros treinadores de nível internacional e ser bem avaliado é uma satisfação muito grande. Demonstra que seus conceitos e a linha que está seguindo nesse início de carreira está no caminho certo. Isso nos dá confiança, a gente fica feliz. Olhando dentro do cenário nacional, ano passado estava em uma Série B, poderia dizer entre os 40 principais treinadores do país. Hoje, prestes a disputar uma Série A, entre os 20”, finalizou.

Desde que estreou à beira do campo pelo RB Bragantino, Felipe Conceição comandou a equipe em oito partidas. O Massa Bruta venceu cinco jogos, perdeu dois e empatou outro, registrando um aproveitamento equivalente a 66% dos pontos disputados.

+ Futebol